Andebol/Mundial sub18

17-08-2012 20:21

Portugal perde com Brasil

A equipa das quinas ocupa a última posição do Grupo D, sem qualquer ponto.
Portugal perde com Brasil

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Portugal somou esta sexta-feira segunda derrota no Mundial sub-18 feminino de andebol, cedendo por 27-25 ante o Brasil, em jogo realizado em Bar, Montenegro.

Com este novo desaire, Portugal está em último lugar do grupo D da competição, sem pontos, voltando a jogar no domingo, contra o Japão. Todas as outras quatro seleções do grupo - Japão, Angola, Brasil e Noruega - estão com dois pontos, à segunda jornada.

Este resultado coloca as portuguesas mais longe da passagem aos quartos de final, fase para que só passam as duas seleções mais bem classificadas de cada um dos quatro grupos do Mundial que decorre no Montenegro.

Ao intervalo, Portugal já perdia por 18-15, não obstante ter entrado bem no jogo, liderando em vários momentos do primeiro tempo e tendo uma vantagem máxima de 6-1. Aos poucos as jovens brasileiras equilibraram, empataram a 9-9 e depois comandaram sempre o marcador.

A segunda parte prosseguiu com a mesma tónica, com Portugal a tentar a recuperação, mas sem sucesso. O melhor que as lusas conseguiram foi reduzir para um ponto apenas, 25-24 a sete minutos do fim, nunca chegando a empatar.

No final do jogo, a selecionadora, Filomena Santos, destacou o bom arranque das portuguesas: «Começámos muito bem, conseguimos ganhar alguma distância mas depois tivemos algumas dificuldades em passar pela defesa adversária, começámos a falhar na finalização e a não conseguir marcar golos no ataque e, por consequência, a sofrer golos».

«Depois o jogo foi-se mantendo sempre no mesmo registo, falhámos ataques e acabámos por sofrer golos de contra-ataque. Ainda conseguimos reequilibrar o jogo, mas já não fomos a tempo de recuperar. Tenho a certeza de que todos fizeram o seu melhor mas não conseguimos», disse ainda.

No outro jogo do dia do grupo a Noruega ganhou ao Japão, por 34-21, com 18-10 ao intervalo.