Andebol

13-09-2012 09:11

FC Porto, Benfica e Sporting partem como favoritos

ABC, Madeira SAD e Águas Santas são os outsiders na corrida ao título do campeonato nacional de andebol.
FC Porto, Benfica e Sporting partem como favoritos

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

A 1.ª divisão portuguesa de andebol arranca este fim de semana com o tetracampeão FC Porto, Benfica e Sporting como principais candidatos ao título, com os “dragões” a “apadrinharem”, na primeira ronda a estreia do Clube Desportivo Escolar Camões.

Os “três grandes” perfilam-se como os principais candidatos ao título, com uma vantagem ligeira sobre um lote de equipas, no qual se incluem ABC, Madeira SAD e Águas Santas.

Belenenses, Xico e Sporting da Horta irão lutar por um lugar tranquilo a meio da tabela classificativa, com o objetivo principal de ficar no grupo dos primeiros, enquanto Fafe, Camões e Avanca apostam tudo na permanência.

O tetracampeão nacional FC Porto teve um início de época aziago, ao terminar a Supertaça, primeira prova oficial, no quarto lugar e ao falhar, uma vez mais, o acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões.

O Benfica, quarto classificado de 2011/12, reeditou esta época a vitória na Supertaça, com um triunfo na final frente ao Sporting, em Fafe, tendo o Madeira SAD, vice-campeão, sido superior ao FC Porto e conquistado o terceiro lugar do pódio.

Ainda sem poder contar com todos os seus jogadores, o Benfica surge para 2012/13 com alguns reforços de peso, nomeadamente com o guarda-redes espanhol Vicente Álamo (ex-Ademar Leon, Espanha), o sérvio Davor Cutura (ex-Valladolid, Espanha), Álvaro Rodrigues (ex-ABC), Tiago Pereira (ex-ABC) e Dario Andrade (ex-FC Porto).

No primeiro embate oficial da época com o FC Porto, para as meias-finais da Supertaça, em Fafe, o Benfica registou um ligeiro ascendente sobre os “dragões”, que revelaram alguma dificuldade em substituir o lesionado pivot Tiago Rocha.

Com a espinha dorsal da última época inalterada, o FC Porto apresenta como principais reforços para esta época o lateral-direito João Ferraz – que tem sido uma mais-valia – e o lateral-esquerdo Hugo Rosário, ambos ex-Madeira SAD.

O Madeira SAD, este ano orientado por Aleksander Donner, colmatou as várias saídas com contratações pontuais, nomeadamente com os reforços Nelson Pina (ex-Sporting da Horta), Nuno Roque (ex-Benfica), Carlos Siqueira (ex-Sporting), Marco Gil (ex-Marítimo) e Pedro Peneda (ex-Fafe).

O Sporting, finalista vencido da Supertaça e esta temporada orientado por Frederico Santos, assegurou a continuidade de alguns dos seus jogadores mais influentes e contratou o montenegrino Novica Rudovic (ex-Guadalajara, Espanha), João Antunes e Nuno Silva (ex-Madeira SAD).

O Águas Santas, com o regresso do treinador Paulo Faria, prossegue em 2012/13 a tendência das últimas épocas, recorrendo à promoção de atletas juniores, contratando apenas o internacional luso Bosko Blejanovic (ex-Madeira SAD).

O ABC, que na pré-época conquistou os torneios de Águas Santas e de São Mateus, este último batendo na final o Benfica, apresenta uma equipa jovem reforçada com o regresso do internacional Hugo Rocha (ex-Sporting).

O Xico Andebol, longe do fulgor de anos mais recentes, reforçou o seu plantel com o recurso ao “vizinho” ABC, onde foi buscar Rui Loureiro, Mário Peixoto e João Rodrigues, para além de Daniel Santos (ex-Madeira SAD).

A formação insular do Sporting da Horta operou também ajustamentos ao plantel, recorrendo à contratação de Tiago Silva (ex-FC Porto), Filipe Pinto (ex-Belenenses), Ireneu Gomes (ex-Benfica), Milos Padezanin (ex-Partizan, Sérvia) e Filipe Martins (ex-Palma del Rio, Espanha).

Nos planteis das restantes equipas impera a prata da casa e o recurso aos escalões de formação, salvo raras exceções, como o Fafe, que contratou José Santos (ex-Xico), Miguel Marinho (ex-Teucro, Espanha), José Sampaio (ex-ISMAI) e Nuno Lobo (ex-Xico).

O estreante Avanca também reforçou o seu plantel com o recurso à contratação de jogadores do despromovido clube vizinho de São Bernardo, nomeadamente João Vilar, Fábio Magalhães e Pedro Maia. Nuno Ferreira (ex-Sp.Espinho) e José Oliveira (ex-ACD Monte) vão também representar o Avanca.

O figurino competitivo da prova mantém-se igual ao da última época, com as 12 equipas participantes a disputar uma primeira fase que irá apurar os seis candidatos ao título e competições europeias e ainda os seis que lutarão pela permanência.

Na primeira ronda, o FC Porto visita o Camões, enquanto o Madeira SAD recebe o Belenenses e o Sporting “apadrinha” a estreia do Avanca, numa ronda em que se destaca o primeiro “clássico”, entre o Benfica e o ABC.