Andebol

17-05-2015 22:53

ABC ganha vantagem na final da Taça Challenge

Vitória do ABC no Pavilhão Flávio Sá Leite deixa tudo em aberto para o jogo da segunda mão. Vantagem de quatro para a viagem à Roménia.
Ta
Foto: Lusa

Cerca de 2150 espectadores apoiaram o ABC na vitória sobre o Handball Odohrei

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O triunfo por quatro golos (32-28) não garante uma viagem descansada à Roménia para o jogo da segunda mão. Mas os 60 minutos mostraram que os bracarenses - que chegaram a ter sete golos de vantagem, já no segundo tempo - podem jogar olhos nos olhos e discutir não só o troféu como o próprio resultado do jogo.

O ABC venceu esta tarde a Handball Club Odorhei por 32-28, em jogo da primeira mão da final da Challenge Cup. Uma vitória que nunca esteve em causa, mas com números finais que não dão muito conforto para a viagem à Roménia.

A equipa de Braga, apoiada por cerca de 2.150 espectadores, entrou melhor em jogo, numa partida equilibrada, chegado ao 3-1 ainda antes do minuto três. A perder por 6-3, o técnico romeno pede um 'time -out' aos seis minutos, para pouco depois mudar de guarda-redes.

O Handball Odohrei aproximou-se por várias vezes e o desempenho do segundo guarda-redes Szabo Levente mostrou-se muito positivo. O ABC passou aos 15 minutos a vencer por 10-9 mas, na transformação de um livre de sete metros, os romenos empataram a 10. Nessa ocasiao, já Carlos Resende tinha introduzido as primeiras alterações com as entradas de David Tavares e Diogo Branquinho. O ABC regressou à vantagem de dois golos e algumas das oportunidades para ampliar esbarraram na precipitação do ataque dos homens comandados por Carlos Resende. Até que, aos 22 minutos, na sequência de um roubo de bola da defesa '5:1', Diogo Branquinho ampliou para 14-11. Obrigados a jogar quase sempre no limite do jogo passivo, os romenos foram precipitando alguns dos seus ataques. A dois minutos e meio do final do primeiro tempo, e a vencer por 16-14, é a vez de Carlos Resende solicitar um time-out. O intervalo chegou pouco depois com a equipa de Braga a vencer por 18-14.

Deixar escapar vantagem de sete pontos

O ABC entrou bem no segundo tem, sempre muito apoiado pelo público que quase lotou o Flávio Sa Leite, e ampliou a vantagem para quatro golos (20-14). Aos 35 minutos, e a perder por 21-14, o técnico romeno volta a pedir um time-out e sua equipa responde com um parcial de 1-4.

Perante uma defesa duríssima, os pivôs do ABC sentiam imensas dificuldades na movimentação.Aos 45 minutos era de cinco golos a vantagem (25-20) mas, pouco a pouco, o HandballOdorhri foi-se aproximando e obrigou Carlos Resende a solicitar um time-out à passagem do minuto 48, quando a sua equipa viu a vantagem reduzida para três golos (25-22). O ABC reagiu muito bem (28-23) e foi, então, a vez do técnico romeno pedir um 'time-out'. Os bracarenses entraram nos cinco minutos finais com outro tantos golos de vantagem mas em inferioridade numérica. Depois, foi a necessidade de fazer tudo depressa e bem, para ampliar a vantagem, mas o jogo terminou com o resultado final de 32-28, margem que faz adivinhar dificuldades na deslocação à Romênia para o jogo da segunda mão.

Destaque para a produção atacante de João Pinto (sete golos) e Nuno Grilo e David Tavares (cinco golos).

O jogo da segunda mão disputa-se no próximo domingo, dia 24 de Maio, pelas 17 horas locais, em Odorheiu, na Roménia.

Conteúdo publicado por Sportinforma