Andebol

30-05-2017 14:15

Federação de Andebol indiferiu protesto do FC Porto contra o Benfica

Decisão foi tomada por unanimidade.
Benfica contra FC Porto em andebol
Foto: Mário Cruz / LUSA

Benfica vs FC Porto

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Conselho Técnico da Federação de Andebol de Portugal (FAP) indeferiu hoje, por unanimidade, o protesto interposto pelo FC Porto, considerando não existirem fundamentos, e confirmou a vitória do Benfica, por 28-27, na penúltima jornada do campeonato.

O FC Porto, que entregou a liderança do campeonato nacional à entrada para a penúltima jornada ao Sporting, precisamente com a derrota frente ao Benfica, por 28-27, reclamava por alegados erros de arbitragem no encontro com os ‘encarnados’, no Pavilhão n.º 2 da Luz.

Os portistas defendiam que foi anulado um golo a Alexis Borges, a poucos segundos do fim, que os colocaria a vencer por 28-27 - na sequência da jogada o Benfica chegou à vantagem - e que, posteriormente, Rui Silva foi travado em falta sem que tivesse sido marcado livre de sete metros.

“Por acontecer nos últimos 30 segundos do jogo, e de acordo com as regras, essa falta deveria ter sido punida com expulsão e livre de sete metros. Seria, indiscutivelmente, uma oportunidade soberana para o FC Porto restabelecer o empate de que necessitava, de forma a depender apenas de si próprio para conquistar o campeonato”, referem os ‘dragões’.

O empate manteria o FC Porto na liderança à entrada para a última jornada, em que recebe no Dragão Caixa o Aguas Santas (6.º), e os portistas chegariam ao título desde que fizessem resultado igual ao melhor do que o do Sporting na receção ao Benfica (3.º)

A decisão do Conselho Técnico da FAP foi tomada ainda antes da realização da última jornada, que decorre quarta-feira, em que o Sporting parte com uma vantagem de um ponto sobre o FC Porto, para chegar ao título que lhe foge desde 2000/01.

Conteúdo publicado por Sportinforma