Golfe

04-04-2017 11:52

Angola quer mais jovens a praticar golfe

Existem cerca de 200 praticantes habituais de golfe, modalidade que é praticada no país há 68 anos, apesar de possuir apenas um campo de dimensão internacional, estando em preparação a constituição de uma federação nacional.
Golfe
Foto: ALI HAIDER / EPA

Massificação da modalidade é um dos objetivos

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Angola conta atualmente com cerca de 200 praticantes habituais de golfe, modalidade que é praticada no país há 68 anos, apesar de possuir apenas um campo de dimensão internacional, estando em preparação a constituição de uma federação nacional.

Em entrevista à Lusa, o coordenador da comissão instaladora da Federação Angolana de Golfe, Manuel Domingos da Silva Júnior, acrescentou que, face a estes dados, a massificação da modalidade é um dos objetivos, mas admite dificuldades por ser uma prática desportiva dispendiosa.

"A prática do golfe em Angola restringe-se apenas a Luanda, com os clubes do Morro dos Veados e dos Mangais, este já com dimensão internacional. Pouco menos duzentas pessoas praticam o golfe, daí que esperamos rever os estatutos dos clubes, logo que seja constituída a federação, para mobilização de mais praticantes, sobretudo nas escolas", disse.

O dirigente, que reconheceu a necessidade da expansão da modalidade a nível do país, admitiu, por outro lado, que o golfe é uma modalidade cara, daí esperar contar com apoios do empresariado angolano e de instituições internacionais.

De acordo com Manuel Domingos da Silva Júnior, decorrem esforços a nível da comissão instaladora, no sentido de tornar a modalidade mais abrangente.

"Quando eu lhe digo, por exemplo, que a comissão já contactou algumas escolas no sentido de mobilizar os alunos à prática do golfe não estamos a espera que sejam essas crianças a comprar o material", realçou.

Para isso, acrescentou, “haverá apoios” e vão querer “massificar o golfe”, prometendo que farão “os possíveis para que todos aqueles que não possam ter acesso ao material, que de facto não é barato, sejam acolhidos”, sublinhou.

No dia 08 de dezembro de 2016 foi criada a comissão instaladora da Federação Angolana de Golfe, para, de acordo com a legislação desportiva de Angola, proceder à constituição da instituição que vai superintender a modalidade no país.

"Nós estamos, neste momento, na fase final da elaboração dos estatutos que vão orientar todas as ações que serão desenvolvidas pela federação", concluiu.

O golfe, segundo o responsável, é praticado em Luanda desde 1949 e conta com alguns atletas de renome internacional.

Conteúdo publicado por Sportinforma