SL Benfica - SC Braga

29-03-2012 08:06

Um jogo com "cheiro" a clássico e a pesar nas contas do título

O Benfica só assumirá a liderança se vencer o Sporting de Braga e o FC Porto não ganhar.
Um jogo com

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

A Liga portuguesa de futebol vive no sábado, no Estádio da Luz (21:15), um dos momentos mais cruciais, com o jogo entre o líder Sporting de Braga e o candidato Benfica a ter peso nas contas do título.

Com três candidatos na corrida e separados por dois escassos pontos, as duas próximas jornadas do campeonato prometem duelos "escaldantes", com o Benfica-Braga na Luz, na próxima, e os embates na seguinte do Benfica no Estádio de Alvalade, com o Sporting, e do FC Porto em Braga.

Nas contas poderão entrar também os jogos FC Porto-Sporting, na penúltima ronda, e o Sporting-Sporting de Braga, na última, mas, até lá, podem começar a definir-se distâncias já este fim-de-semana na Luz.

O jogo de sábado é um dos mais importantes e difíceis no trajeto das duas equipas até ao final da época, com o Benfica a ter de somar os primeiros três, num plano teórico, de seis pontos "terríveis” por ganhar (com Braga e Sporting), e o Braga nove (Benfica, FC Porto e Sporting).

A história joga a favor da equipa lisboeta, que em 55 jogos em casa frente aos bracarenses apenas saiu derrotada uma única vez, na já longínqua época de 1954/55, tendo nas últimas três temporadas conseguido vencer sempre (em todas por 1-0).

O jogo coloca também em confronto um Benfica numa fase menos boa, depois de ser líder em grande parte do campeonato (liderança perdida para o FC Porto à 20.ª jornada), e um Sporting de Braga que chegou ao comando na última segunda-feira.

No trajeto da Liga, o Benfica viveu tempos de sucesso até à 18.ª jornada, na qual tinha uma vantagem de oito pontos para o Braga e cinco para o FC Porto (apenas seis perdidos em 54 possíveis), mas fevereiro e março mostraram uma equipa em queda.

Com algumas queixas de arbitragem, nomeadamente no jogo com o FC Porto (os “dragões” vencem a partida com um lance em fora de jogo), a verdade é que a equipa de Jorge Jesus viria a perder 10 pontos em apenas seis jornadas (empates com Académica e Olhanense e derrotas com Guimarães e FC Porto).

Em sentido inverso, o Braga foi subindo na classificação e tem a melhor série de vitórias na Liga: venceu todos os jogos desde a 11.ª jornada, quando então saiu derrotado do Dragão por 3-2 e não mais perdeu pontos desde esse jogo (até então perdera 14).

Para o Benfica, a má série traduziu-se na perda da liderança isolada à 20.ª jornada, e na perda efetiva à 21.ª (derrota na Luz com o FC Porto), enquanto o Braga, sempre a somar, chegou à frente na última, com os empates das “águias” e dos “dragões”.

O Benfica chega ao jogo após uma derrota com os ingleses do Chelsea (na primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões) e o guarda-redes “encarnado”, o brasileiro Artur (ex-Braga), já disse o que significa a partida de sábado.

«É o jogo das nossas vidas», referiu Artur, jogador que no final da época trocou a equipa minhota pelo clube da Luz.

No lado do Sporting de Braga são também alguns os jogadores provenientes da Luz: o guarda-redes Quim, há duas épocas em Braga, o médio Ruben Amorim, que está lesionado, mas em janeiro rumou aos “arsenalistas”, por empréstimo, ou o ex-capitão Nuno Gomes, um dos futebolistas mais carismáticos no Benfica.

Para o jogo, o Benfica não poderá contar com o seu maestro, o argentino Pablo Aimar – expulso em Olhão -, com o lateral esquerdo Emerson, a cumprir castigo após completar uma série de amarelos, nem com os lesionados Garay e Yannick Djaló.

Já o Sporting de Braga tem a boa notícia de poder ver regressar Alan, um dos jogadores mais influentes da equipa e que tem estado lesionado, mas tem Salino, Ruben Amorim, Paulo Vinicius e Baiano ainda em recuperação.

O jogo opõe ainda os dois melhores marcadores da Liga: de um lado Lima (19 golos) e do outro Cardozo (18).

O resultado de sábado terá sempre a atenção de FC Porto, que joga duas horas mais cedo no Dragão, com o Olhanense, e até poderá ser o novo líder, em caso de empate ou derrota do Braga e triunfo dos “dragões”. E mesmo um empate do FC Porto poderá torná-lo líder, se os bracarenses perderem na Luz.

O Benfica só assumirá a liderança se vencer o Sporting de Braga e o FC Porto não ganhar.