Atletismo

25-07-2014 21:22

Portugal despede-se de Eugene com balanço negativo

A comitiva portuguesa não conseguiu colocar qualquer atleta entre os oito primeiros classificados.
atletismo_geral_pista_800x533.jpg

Há uma década que Portugal não tinha uma prestação tão negativa

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Portugal despediu-se hoje dos Mundiais de atletismo de juniores, em Eugene (Oregon), sem qualquer atleta classificado entre os oito primeiros, no que é uma das piores prestações de sempre.

A fechar, André Pereira foi eliminado na primeira corrida dos 3.000 metros obstáculos. Este resultado deixou Portugal sem atletas para os dois últimos dias de prova, no que é a segunda pior prestação global de sempre para as cores "lusas", em 15 edições de Mundiais juniores.

André Pereira foi 11.º posicionado na segunda corrida, com 9.22,56 minutos, o que lhe deu o 24.º lugar entre todos os participantes. O atleta do Benfica ficou a cerca de 20 segundos do seu recorde pessoal.

Teresa Carvalho, no comprimento, acabou por ser a grande desilusão portuguesa destes Mundiais, já que vinha com uma marca que a colocava como quarta do ano e saiu de Eugene com o 16.º lugar.

Victor Korst foi 15.º no salto em altura, Miguel Marques 14.º nos 10.000 metros e Mara Ribeiro 16.ª nos 10.000 metros marcha, no que foram os outros três resultados de semi-finalistas, na delegação de 10 atletas.

Apenas em Grosseto'2004 Portugal teve um resultado global abaixo do que traz de Eugene, quando o melhor da delegação lusa foi um 19.º lugar.

Conteúdo publicado por Sportinforma