Óbito/Moniz Pereira

01-08-2016 20:20

Joaquim Evangelista: "No seu dicionário não havia a palavra impossível"

Mário Moniz Pereira, conhecido como ‘o senhor atletismo’, morreu no domingo em Lisboa, aos 95 anos.
Joaquim Evangelista

Joaquim Evangelista

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF), através do seu presidente Joaquim Evangelista, lamentou hoje a morte de Mário Moniz Pereira, "em cujo dicionário não havia a palavra impossível".

Mário Moniz Pereira, conhecido como ‘o senhor atletismo’, por toda uma carreira ligada à modalidade, como atleta, dirigente e treinador de atletas como o campeão olímpico Carlos Lopes, morreu no domingo em Lisboa, aos 95 anos.

“Não há muitas palavras que possam expressar o que significa para o desporto português a perda do Professor Mário Moniz Pereira, que será para sempre recordado como o 'senhor atletismo' mas também estendeu a sua influência ao próprio futebol, como preparador físico do Sporting, seu clube de sempre, na década de 1970", recorda Evangelista, na mensagem de condolências que tornou pública.

Evangelista recorda que Moniz Pereira "contribuiu decisivamente para tornar o atletismo português numa modalidade reconhecida internacionalmente, estando na génese de alguns dos maiores feitos olímpicos da nossa história".

"No seu dicionário nunca existiu a palavra impossível e foi isso que sempre transmitiu durante a longa e bem-sucedida carreira que protagonizou, 'fabricando' campeões em série que muito orgulharam o país", acrescenta o dirigente do SJPF, nas condolências enviadas à família e ao Sporting.

Conteúdo publicado por Sportinforma