Atletismo

24-08-2016 15:43

Morreu o ex-responsável pelo atletismo queniano que estva a ser investigado

Isaiah Kiplagat faleceu aos 72 anos e dirigiu a federação de atletismo de Quénia durante mais de duas décadas.
Dois portugueses em finais de atletismo das Universíadas
Foto: D.R.

Isaiah Kiplagat foi suspenso em 2015

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O antigo responsável pelo atletismo no Quénia, Isaiah Kiplagat, que se encontrava sob investigação por suspeitas de corrupção e encobrimento de ‘doping’, morreu hoje, aos 72 anos, informou a família.

Isaiah Kiplagat, que dirigiu a Federação Queniana de Atletismo durante 23 anos, foi suspenso em novembro de 2015 de toda a atividade, juntamente com mais dois dirigentes, por suspeita de corrupção e encobrimento de ‘doping’ entre atletas.

Desde 2012, mais de 40 atletas quenianos foram suspensos por acusarem o uso de substâncias proibidas.

De acordo com a família, o antigo membro da Associação das Federações Internacionais de Atletismo (IAAF), que se debatia com um cancro, morreu esta manhã.

Kiplagat, o vice-presidente David Okeyo e o ex-tesoureiro Joseph Kinyua são acusados de desviar cerca de 442.000 euros, atribuídos pela empresa norte-americana de equipamento desportivo Nike ao atletismo queniano, e de subversão no processo de controlo antidopagem.

Conteúdo publicado por Sportinforma