Atletismo

06-09-2016 14:39

Maratona de Lisboa tem um dos melhores trajetos do mundo

Organização diz que Maratona de Lisboa tem um dos trajetos mais bonitos do mundo.
Maratona de Lisboa tem um dos melhores trajetos do mundo
Foto: DR

Organização diz que Maratona de Lisboa tem um dos trajetos mais bonitos do mundo.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

A organização da Maratona de Lisboa, marcada para 02 de outubro, disse hoje que a prova tem uma dos trajetos mais bonitos do mundo, elogiando a capacidade e vontade dos portugueses em receber os atletas estrangeiros.

"O trajeto não é o mais bonito do mundo, não quero exagerar, mas é, provavelmente, um dos mais bonitos do mundo. Um trajeto belíssimo, com história, e daqueles que sabem receber, que somos nós os portugueses", começou por dizer o responsável pela organização da maratona de Lisboa, Carlos Moia, na conferência de imprensa de apresentação.

O responsável máximo da maratona salientou ainda a presença "de cerca de 5.800 atletas, sendo que 4.300 serão estrangeiros, oriundos de 69 países".

Na quarta edição da Maratona de Lisboa, o queniano Samuel Kiplimo Kosgei, ex-recordista mundial dos 25 quilómetros, que estabeleceu o seu recorde pessoal (2:06:65 horas) este ano na maratona do Dubai, será um dos candidatos a vencer a prova lusa, bem como o compatriota Alfred Kering, segundo classificado na maratona de Rabat, com um tempo de 2:10:30.

Já o etíope Yacob Jarso, quarto classificado nos 3.000 metros obstáculos nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008 e, o eritreu Yared Asmeron, que consegui o quarto posto na maratona dos Mundiais de 2007, serão outros dois atletas a lutar pela vitória em Lisboa, que tem o recorde estabelecido em 2:08:21.

Por outro lado, o presidente da câmara municipal de Oeiras, Paulo Vinhas, frisou a importância e a visibilidade que a prova oferece à cidade de Lisboa, sem esquecer o trabalho e a cooperação entre as entidades envolvidas.

"Sei perfeitamente aquilo que é a vontade, determinação partilha, envolvimento e proximidade para organizar estes eventos, que são de dimensão internacional. Esta prova dá a conhecer este trajeto e a cidade de Lisboa, que não se restringe à área territorial de Lisboa. Temos planeado, em conjunto, que juntos somos capazes de fazer mais e melhor", explicou.

A terminar, o vereador do Desporto da Câmara de Lisboa, Jorge Máximo, apelou "ao desafio", reiterando na "necessidade de mobilizar pessoas para as ruas para apoiar a corrida e os atletas".

A quarta edição da prova lusa, está marcada para 02 de outubro, com início em Cascais, às 08:30, e chegada ao Parque das Nações, em Lisboa.

Conteúdo publicado por Sportinforma