Atletismo

19-04-2017 18:13

"Parabéns, sobreviveste à Maratona de Boston". A gafe que a Adidas não podia ter cometido

A Adidas foi obrigada a pedir desculpa depois de um email de agradecimento enviado aos participantes da maratona de Boston, quatro anos depois do atentado que vitimou três pessoas.
Foto: 2017 Getty Images

"Parabéns sobreviveste à Maratona". A gafe que a Adidas não podia ter cometido

Por André Delgado sapodesporto@sapo.pt

"Parabéns, sobreviveste à Maratona de Boston", esta aparentemente inocente mensagem enviada pela Adidas aos participantes da prova nos Estados Unidos fez estalar a polémica.

Só mais tarde e de depois do protesto de alguns dos corredores é que a marca desportiva se apercebeu da enorme gaffe que tinha cometido.

Muitos corredores ficaram espantados com uma evidência: A conotação com o atentado ocorrido na Maratona de Boston em 2013 e que vitimou três participantes e feriu outros 260.


Alguns participantes na prova usaram a rede social Twitter para expressar a sua indignação.

"Querida Adidas, Adoro-vos, mas têm que falar com quem faz o vosso email marketing...#BostonMarathon #demasiadocedo @Adidasrunning", escreveu Jason Londsdale, um dos anónimos participantes da mítica prova e que tão tristemente foi marcada pelo atentado em 2013.

Tragédia em 2013

O relógio, na linha de chegada, marcava as 4:09:43 (4 horas, 9 minutos e 43 segundos) quando ocorreu a primeira explosão. Os profissionais tinham cruzado a linha da meta duas horas antes. Das três vítimas mortais, uma tinha apenas oito anos de idade. Martin Richard, rapaz que vivia no bairro de Dorchester, em Boston. Pelo menos 10 dos feridos ficaram desmembrados. Muitas das outras vítimas foram atingidas com os estilhaços resultantes das explosões que tiveram origem em bombas de fabrico artesanal.

Pedido de Desculpas

Em declarações à Time, a Adidas pediu desculpa pelo sucedido.

"Pedimos desculpa pelo nosso erro. A maratona de Boston é uma das competições mais inspiradoras do Mundo. Todos os anos somos tocados pela esperança e resiliência de todos os corredores ao longo de todo o evento".

Conteúdo publicado por Sportinforma