Atletismo

19-05-2017 11:39

Yelena Isinbayeva vai deixar Agência Russa Antidopagem

Informação avançada pelo ministro dos Desportos da Rússia, Vitaly Mutko.
Yelena Isinbayeva
Foto: NATALIA KOLESNIKOVA / AFP

Yelena Isinbayeva

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O ministro dos Desportos da Rússia, Vitaly Mutko, indicou hoje que a ex-atleta Yelena Isinbayeva vai deixar de ser membro da Agência Russa Antidopagem, como exigiu o organismo mundial de combate ao doping no desporto.

“[Isinbayeva] Vai, obviamente, deixar o cargo do organismo de supervisão”, disse Mutko à agência noticiosa R-Sport, em resposta ao apelo feito na quinta-feira pelo diretor-geral da Agência Mundial Antidopagem (AMA), Oliver Niggli.

Niggli disse que Isinbayeva, uma das vozes mais críticas das investigações – e sanções – impostas pela AMA ao desporto russo, deveria deixar o posto na agência antidopagem do país e abrir caminho à entrada de uma pessoa independente do Comité Olímpico da Rússia.

Desde que abandonou a competição, a antiga bicampeã olímpica do salto com vara – que ainda não reagiu às palavras de Niggli -, tornou-se membro do Comité Olímpico Internacional (COI), tendo também assento no comité olímpico do seu país.

Os atletas russos foram impedidos de participarem nos Jogos Olímpicos Rio2016, na sequência da descoberta de um sistema generalizado de distribuição de doping com conhecimento e apoio estatal, que abrangeu, entre outros eventos, os Jogos Londres2012 e Socchi2014 (Inverno).

Conteúdo publicado por Sportinforma