Rússia

31-05-2017 13:01

Isinbayeva deixa presidência do conselho de supervisão da Agência Antidopagem russa

Antiga atleta era uma das vozes mais críticas das investigações impostas pela Agência Mundial Antidopagem ao desporto russo.
Yelena Isinbayeva
Foto: NATALIA KOLESNIKOVA / AFP

Yelena Isinbayeva

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

A antiga atleta russa Yelena Isinbayeva anunciou hoje que vai deixar a presidência do conselho de supervisão da Agência Antidopagem da Rússia (RUSADA), cumprindo assim um pedido da Agência Mundial Antidopagem (AMA).

“Estou feliz por ter alcançado o meu objetivo. Sei que agora devo deixar o caminho livre para um novo presidente, que vai concluir o trabalho da reintegração plena da Rússia”, disse a antiga saltadora, em declarações à agência noticiosa Interfax.

Recentemente, o diretor-geral da AMA, Oliver Niggli, disse que Isinbayeva, uma das vozes mais críticas das investigações – e sanções – impostas pela AMA ao desporto russo, deveria deixar o posto na agência antidopagem do país e abrir caminho à entrada de uma pessoa independente.

O conselho de supervisão, que iniciou funções em dezembro de 2016, foi encarregado de ‘limpar’ a imagem da Rússia, abalada por vários escândalos de doping nos últimos dois anos.

Os atletas russos foram impedidos de participarem nos Jogos Olímpicos Rio2016, na sequência da descoberta de um sistema generalizado de distribuição de doping com conhecimento e apoio estatal, que abrangeu, entre outros eventos, os Jogos Londres2012 e Socchi2014 (Inverno).

Conteúdo publicado por Sportinforma