Basquetebol

23-08-2016 16:15

Elisa Pires aponta objectivos no Afrobasket do Egipto

A prova vai disputar-se de 26 de Agosto a 4 de Setembro, no Cairo.
Elisa Pires - Treinadora da seleção de basquetebol em sub-18
Foto: Angop

Elisa Pires - Treinadora da seleção de basquetebol em sub-18

Por SAPO Desporto c/Angop sapodesporto@sapo.pt

A treinadora da selecção nacional júnior feminina de basquetebol (Sub-18), Elisa Pires, apontou hoje, em Luanda, a determinação e o empenho da equipa em lutar para melhorar a classificação anterior, no Campeonato Africano das Nações (Afrobasket Sub-18), a decorrer na cidade do Cairo, Egipto.

Ao balancear o período de preparação para a prova, a disputar-se de 26 do corrente a 4 de Setembro, na capital egípcia, a técnica afirmou à imprensa terem feito um trabalho bastante positivo e que o conjunto está em condições de enfrentar as adversárias e melhorar o quinto lugar da edição de 2014 no mesmo país.

“Neste último dia, podemos considerar que a nossa preparação foi positiva e a equipa está motivada para encarar com determinação os jogos. Hoje, foi um treino de correcções e estamos preparadas para fazer de jogo a jogo uma final e lutar com propósito de melhorar o quinto lugar da edição de 2014 no mesmo país”, disse.

Quanto aos cerca de 15 dias de preparação, em que a principal preocupação centrou-se nos aspectos defensivos, a treinadora é de opinião que, apesar do escasso período de tempo, foi o possível, também pelas condições mínimas postas à disposição pela Federação Angolana de basquetebol (FAB).

Sobre as adversárias, frisou terem conhecimento sobre a campeã Mali, que esteve no mundial da cidade espanhola de Saragonza, além da Nigéria, Moçambique, Tunísia e Egipto, em estágio naquele mesmo país europeu.

Apelou ainda aos público e amantes da modalidade a terem fé e acreditarem na dedicação e o desempenho das representantes nacionais no Afrobasket′Sub-18 do Cairo.

Além dos aspectos físico-técnico, tácticos e estratégias, ao logo da preparação, decorrida principalmente no pavilhão anexo da Cidadela, o colectivo afectuou alguns jogos de controlo.

No primeiro teste o combinado angolano perdeu por 43-45 diante de um misto de jogadoras que integram equipas seniores. No segundo, novo desaire por 45-87 frente à equipa masculina do Petro de Luanda.

Depois do afastamento das jogadoras Graciete Garcia, Irene Cafumua, Evanilda Manjenje e Jovana Dongua, a selecção que viaja quarta-feira para o palco da competição, é composta por Valeriana Moxe, Valeria Nascimento, Laureana António, Neusa Cândido (Interclube), Avelina Peso, Júda André, Adalberta Candeias (1º de Agosto), Regina Pequeno (Inter de Benguela), Teresa Sacato, Canata Miguel (Benfica do Lubango), Nelma Avelino (Desportivo do Maculusso) e Brione Caculo (Sporting de Benguela).

Conteúdo publicado por Sportinforma