Basquetebol / Angola

19-03-2017 14:35

Petro bate Marinha após prolongamento

O Petro de Luanda precisou de recorrer hoje aos cinco minutos de prolongamento para vencer a Marinha de Guerra por 82-81
1.º agosto petro basquetebol

1.º agosto petro basquetebol

Por SAPO Desporto c/Inforpress sapodesporto@sapo.pt

O Petro de Luanda precisou de recorrer hoje aos cinco minutos de prolongamento para vencer a Marinha de Guerra por 82-81, em partida referente a segunda fase do campeonato nacional de basquetebol (Bic Basket), disputada no pavilhão Victorino Cunha.

A formação da Marinha, como dona da casa, mostrava a sua superioridade, ao dominarem com facilidade os adversários que apresentavam-se apáticos nas movimentações ofensivas, levando a melhor com uma diferença de doze pontos (28-16).

Os “petrolíferos” no segundo período, entraram mais determinados na partida, com uma defesa impressionante e bastante eficaz nas transições, mas não foi o suficiente para evitar que os pupilos de Paulo Macedo chegassem a vantagem, ao intervalo, por 38-34.

No reatar da partida, o conjunto do “eixo-viário” procurou imprimir maior dinâmica defensiva e consistência no ataque, situação que levou a vencer o terceiro período por 55-54.

Já no último período, a Marinha relançou o jogo com Carlos Cabral e Sílvio Dória a finalizarem com alguma tranquilidade o que levou os dois emblemas a terminarem a partida empatada por 74-74.

Já no tempo extra (prolongamento), os petrolíferos foram mais felizes terminando o desafio com uma vantagem de um ponto (82-81).

Conteúdo publicado por Sportinforma