Basquetebol

07-09-2016 19:29

Portugal perde na Bielorrússia e falha o Europeu

A equipa orientada por Mário Palma ficou no quarto lugar do grupo D de qualificação.
Mário Palma
Foto: JOSÉ COELHO / LUSA

Mário Palma, selecionador nacional de basquetebol

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Portugal averbou hoje, na Bielorrússia, a terceira derrota (72-62) consecutiva na fase de qualificação do Europeu de basquetebol, ‘matando’ de vez as hipóteses de continuar a sonhar com uma presença na fase final de 2017.

O histórico dos basquetebolistas lusos perante os homens do Leste europeu não é nada famoso. Após as duas derrotas sofridas na campanha de 2012 (77-64 e 82-75), a seleção nacional continua sem conseguir superar a Bielorrússia, acabando por se ‘afundar’ no quarto lugar do grupo D de qualificação, com somente três pontos, correspondentes a três derrotas.

Portugal voltou a ser um conjunto digno, muito lutador e com uma razoável prestação defensiva. O problema voltou a estar na eficácia ofensiva. Apenas 31,6% de acerto dos lançamentos de campo (19/60), com uns míseros 17,3% (4/23) de triplos concretizados.

Isto enquanto a Bielorrússia acertou 29 dos seus 62 tiros de campo (46,7%), dominou a luta das tabelas (41 ressaltos contra 29) e realizou mais assistências (19 contra 6). São números que explicam com objetividade a superioridade dos bielorrussos.

A equipa das ‘quinas’ tentou esboçar a recuperação durante o terceiro período, altura em que somou um parcial de 18-11, mas o melhor que conseguiu foi reduzir a diferença para seis pontos (62-56).

João Betinho Gomes foi o jogador mais valioso da partida, com um ‘duplo-duplo’ (21 pontos e 11 ressaltos), mas não foi suficiente. Pela Bielorrússia destacou-se o poste Parakhouski (2,10 metros) que somou 16 pontos e dez ressaltos.

Portugal volta a jogar no próximo sábado (18:30), em Oliveira de Azeméis, dia em que recebe a seleção da Polónia na quarta jornada do grupo D de qualificação, que também inclui o embate Bielorrússia-Estónia.

Hoje realiza-se ainda o embate entre Polónia e Estónia, que lideram o grupo, com quatro pontos em dois jogos. A Bielorrússia soma também quatro pontos, mas tem mais um encontro disputado.

Jogo no Palácio de Desportos de Minsk.

Bielorrússia-Portugal, 72-62.

Ao intervalo: 41-25.

Sob arbitragem de Alessandro Martolini (Itália), Vilius Maciulaitis (Lituânia) e Anastasios Manos (Grécia), as equipas alinharam e marcaram:

- Bielorrússia: Maalik Wayns, Kiryl Sitnik (3), Vitali Liutych (8), Artsiom Parakhouski (16) e Mikita Meshcharakou (3). Jogaram ainda: Aliaksandr Pushtavar (7), Aliaksandr Kudrautsau (10), Viachaslau Korzh (9), Aliaksandr Semianiuk (10), Aliaksei Trastsinetski (6) e Maksim Salash.

Treinador: Aliaksandr Krutsikau.

- Portugal: Mário Fernandes (3), José Silva (15), João Soares (8), João Betinho Gomes (21) e Miguel Queiroz (2). Jogaram ainda: Tomás Barroso, Nuno Oliveira (1), Fábio Lima, João Guerreiro, Pedro Pinto (12) e Pedro Belo.

Treinador: Mário Palma.

Conteúdo publicado por Sportinforma