NBA

06-05-2017 11:09

Spurs vencem em Houston, Cavs mais perto da final da Conferência Este

Os San Antonio Spurs ‘viraram’ para 2-1 a eliminatória dos ‘play-offs’ da Liga norte-americana de basquetebol (NBA) com os Houston Rockets, numa sexta-feira em que LeBron James colocou ‘virtualmente’ os Cleveland Cavaliers na final do Este.
San Antonio Spurs
Foto: Jason Miller / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

San Antonio Spurs

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Os San Antonio Spurs ‘viraram’ para 2-1 a eliminatória dos ‘play-offs’ da Liga norte-americana de basquetebol (NBA) com os Houston Rockets, numa sexta-feira em que LeBron James colocou ‘virtualmente’ os Cleveland Cavaliers na final do Este.

Em Houston, os Spurs apresentaram-se sem o base francês Tony Parker - que se lesionou no segundo jogo e terminou a época - pela primeira vez nos ‘play-offs’ desde 2001 e reagiram da melhor forma, vencendo por 103-92, sob a liderança de Kawhi Leonard, autor de 26 pontos, 10 ressaltos e sete assistências.

LaMarcus Aldridge, com 26 pontos e sete ressaltos, também foi determinante no sucesso dos Spurs, enquanto o veterano espanhol Pau Gasol contribuiu com 12 pontos e nove ressaltos, Danny Green com 11 pontos e o suplente australiano Patty Mills com 15, mesmo acertando apenas dois de 10 ‘triplos’.

“Reagimos bem”, afirmou o treinador dos Spurs, Gregg Popovich, que fez jogar de início o jovem (20 anos) Dejounte Murray (dois pontos, em 14 minutos) em vez de Parker: “Fez o que esperávamos deles, o melhor possível”.

Na formação da casa, que acertou apenas 12 dos 39 ‘triplos’ tentados, destaque para James Harden (43 pontos, cinco assistências e dois ressaltos), que não teve, porém, grande ajuda dos seus companheiros.

Ainda assim, destaque nos Rockets, que nunca lideraram na segunda parte e não estiveram a menos de quatro pontos no derradeiro período, para os 17 pontos de Trevor Ariza e os 12 pontos e 16 ressaltos do suíço Clint Capela.

Se os Spurs vencem por 2-1, tendo recuperado o fator casa perdido no primeiro jogo, no Este, o primeiro finalista está, praticamente, encontrado, depois da clara vitória dos ‘Cavs’ em Toronto, face aos Raptors, por 115-94.

LeBron James, com 35 pontos, com apenas um lance livre falhado (15 em 16) e vários lançamentos de mão esquerda, oito ressaltos e sete assistências, controlou todo o jogo, ‘escrevendo’ um 3-0 nunca invertido na NBA.

Os melhores ‘ajudantes’ de James - que marcou 240 pontos nos primeiros sete jogos dos ‘play-offs’, registo que ninguém conseguia desde 2008 (Kobe Bryant) – foram Kevin Love, com 16 pontos e 13 ressaltos, e o suplente Kyle Korver, com 14 pontos.

“O que importa não é conseguir o ‘sweep’ (ganhar por 4-0), é estar concentrado em casa jogo e ser o melhor líder possível para esta equipa”, frisou LeBron James, acrescentando: “Se jogarmos o que sabemos, podemos conquistar qualquer coisa”.

Na formação da casa, que acusou a ausência de Kyle Lowry, que esteve no banco equipado mas não alinhou devido a lesão, o ‘solo’ de DeMar DeRozan (37 pontos) foi insuficiente, num jogo em que também merecem destaque os 19 pontos e oito ressaltos do poste lituano Jonas Valanciunas.

O jogo ficou sentenciado no início do quarto período, que os ‘Cavs’ abriram com um parcial de 20-3, passando o resultado de 79-77 para 99-80.

Conteúdo publicado por Sportinforma