NBA

07-05-2017 11:11

Warriors derrotam os Jazz e estão a uma vitória da final do Oeste

Equipa do Golden State Warriors venceram, liderados por Kevin Durant, autor de 38 pontos e 13 ressaltos.
Golden State Warriors Stephen Curry (R) drives on Utah Jazz guard Shelvin Mack
Foto: EPA/GEORGE FREY

Stephen Curry foi um dos homens em destaque na vitória dos Golden State Warriors

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Os Golden State Warriors mantiveram sábado o seu percurso 100 por cento vitorioso nos ‘play-offs’ da Liga norte-americana de basquetebol (NBA) e colocaram-se a um triunfo da final do Oeste, ao ganharem em Utah por 102-91.

Depois de duas vitórias caseiras (106-94 e 115-104), os vice-campeões em título voltaram a impor-se no primeiro jogo fora, liderados por Kevin Durant, autor de 38 pontos (15 em 26 nos ‘tiros’ de campo) e 13 ressaltos.

Mesmo tendo acertado apenas três de 11 ‘triplos’, Stephen Curry também foi determinante no triunfo dos Warriors, com 23 pontos, ao contrário de Klay Thompson, que se ficou pelos seis pontos (um em nove nos lançamentos de campo).

Nos forasteiros, destaque ainda para os nove pontos, 10 ressaltos e cinco assistências de Draymond Green e os 11 pontos do suplente Andre Iguodala.

Entre os anfitriões, o melhor foi Gordon Hayward, com 29 pontos, secundado pelo francês Rudy Gobert, que terminou o embate com 21 pontos, mesmo desperdiçando oito lances livres (sete em 15), e 15 ressaltos.

Os Warriors lideraram quase toda a primeira parte, mas, sobre o final, os Jazz conseguiram dar a volta. Chegaram ao intervalo na frente (50-49) e no terceiro período lideraram por nove pontos (62-53), até à reação dos forasteiros (70-72).

Os Jazz ainda comandaram no quarto parcial (75-74 e 79-78) e foram equilibrando os acontecimentos, mas um parcial de 9-0, rematado com três lances livres de Curry, passou o resultado para 84-95 e sentenciou o jogo, a 2.37 minutos do final.

O quarto jogo realiza-se na segunda-feira, de novo em Utah, onde os Warriors podem selar o apuramento para a final da conferência, sendo que, na NBA, nunca uma equipa virou um 0-3 nos ‘play-offs’.

Conteúdo publicado por Sportinforma