Benfica: Jorge Jesus

20-05-2010 09:05

Jogo foi "manifestação de carinho" para com emigrantes

O treinador do Benfica, Jorge Jesus, afirmou hoje que a vitória dos “encarnados” sobre o New England Revolution, por 4-0, foi “uma manifestação de carinho” para com os adeptos emigrantes.
Jogo foi

Por Sapo Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

“Somos o orgulho deles, portugueses e benfiquistas, os jogadores do Benfica perceberam isso e acabámos por fazer quatro golos”, afirmou Jesus, após o encontro no estádio Gillette, nos arredores de Boston.

Com golos de Menezes, Sidnei e César Peixoto, na primeira parte, e de Alan Kardec, na segunda parte, o Benfica venceu com facilidade, na noite de quarta feira em Boston, equipa da metade inferior da tabela da liga de futebol norte-americana da Costa Leste.

O número de espectadores, cerca de 12.700, ficou aquém das expectativas da organização, num estádio com capacidade para mais de 60.000 pessoas.

A mensagem para os jogadores, antes de entrarem em campo, foi que “era preciso respeitar estes emigrantes”, afirmou Jesus.

“Este jogo foi uma manifestação de carinho para todos os adeptos emigrantes do Benfica e não só. Quisemos retribuir com uma vitória e fizemos um jogo bonito e interessante”, afirmou.

Capitaneado por Ruben Amorim, o Benfica alinhou inicialmente com Júlio César, Airton, Luis Filipe, Felipe Menezes, César Peixoto, Sidnei, Saviola, Alan Kardec, Éder e o estreante Fábio Faria.

Ainda houve tempo para a entrada de David Luiz e Weldon, na segunda parte, e dos jovens David Simão e Leandro Pimenta.

Para Filipe Menezes, autor do primeiro golo benfiquista, “o mais importante foi a festa”.

“Acho que foi importante para nos aproximarmos dos adeptos”, afirmou o jogador.

A titularidade foi também “uma oportunidade para mostrar o que eu quero e posso fazer”, afirmou.

Menezes afirma-se ambientado ao clube e à cidade e sublinha a sua preferência por jogar de vermelho e branco na próxima época, quando confrontado com a possibilidade de empréstimo a outro clube.