Ciclismo

24-07-2013 09:23

Três primeiros classificados do Tour de 1998 recorreram a EPO

Le Monde revela esta quarta-feira parte de uma lista de ciclistas dopados em 1998, que foram detetados em novos testes realizados em 2004.
Três primeiros classificados do Tour de 1998 recorreram a EPO

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Os três primeiros classificados da Volta a França em bicicleta de 1998 recorreram a eritropoietina (EPO), tal como outros ciclistas nessa edição da prova, noticia hoje o diário francês Le Monde.

O italiano Marco Pantani, já falecido, o alemão Jan Ullrich e o norte-americano Bobby Jullich completaram o pódio da “Grand Boucle” de 1998.

O Le Monde revelou uma parte da lista de corredores dopados em 1998, que foram detetados em novos testes feitos em 2004 e que serão hoje divulgados por uma comissão de inquérito do senado francês.

Além dos três primeiros classificados, também o alemão Erik Zabel, que venceu a camisola verde (classificação por pontos), recorreu a EPO, tal como os franceses Laurent Jalabert, Jacky Durand, que venceu o prémio de combatividade, e Laurent Desbins, vencedor de duas etapas em 1998.

Em 1998, o Tour ficou marcado pelo caso da equipa Festina, cujo massagista, Willy Voet, foi detido antes do início da prova com um carregamento de substâncias proibidas.

Os novos testes foram feitos em 2004, pelo laboratório de referência Châtenay-Malabry, que recorreu a um novo método de deteção de EPO.

Os senadores da comissão de inquérito sobre o doping – não se limita ao ciclismo – conseguiram, com o apoio do Ministério dos Desportos, que os nomes dos ciclistas envolvidos fossem revelados, embora a sua divulgação já não possa levar à anulação dos resultados.

O relatório da comissão de inquérito deveria ter sido conhecido a 18 de julho, dia em que a 100.ª edição do Tour passou pelo mítico Alpe d’Huez, mas o anúncio foi adiado para hoje, por pressão do sindicato dos ciclistas.

Conteúdo publicado por Sportinforma com Lusa