Ciclismo

18-08-2014 18:43

Portugal duplica quota e leva seis corredores de elite aos Mundiais

A progressão de Portugal nos rankings levou ao aumento de ciclistas presentes em Ponferrada.
Ciclistas portugueses ansiosos pelo dia de descanso

Rui Costa sagrou-se campeão do Mundo em 2013

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Portugal vai competir com seis ciclistas na corrida de fundo de elite dos Mundial de estrada, um número que duplica o verificado na edição anterior, em que Rui Costa se sagrou campeão do Mundo.

O aumento do número resulta da sensível melhoria de Portugal nos “rankings” de apuramento de elite e de sub-23 hoje divulgados pela União Ciclista Internacional e que determinam as quotas para os Mundiais de Ponferrada (Espanha), a decorrer entre 22 e 28 de setembro.

No total, a seleção lusa terá 14 corredores na competição, dos quais seis na elite, quatro em sub-23, três juniores e um no setor feminino.

Os seis corredores de elite são apurados pela classificação de Portugal no “ranking” continental europeu – sexto lugar, expurgadas as nações que se apuraram via WorldTour. Em 2013, quando Rui Costa foi campeão, eram três e em 2012 quatro.

O crescimento também é acentuado nos sub-23, já que em 2013 esteve presente apenas um e em 2012 não se qualificaram sub-23 portugueses.

A Federação Portuguesa de Ciclismo destaca, para estes aumentos, não só os resultados dos ciclistas lusos como a "calendarização pensada para obter frutos antes de 15 de agosto, data limite para as contas de apuramento".

A entrada da Volta a Portugal de Futuro no “ranking” internacional de sub-23 foi determinante para qualificar quatro corredores desta categoria e a antecipação da Volta a Portugal, de modo a terminar antes de 15 de agosto, garantiu uma delegação mais numerosa em elite.