Ciclismo/Vuelta

05-09-2015 18:03

Fabio Aru defende a 'roja' de líder

Esta foi a etapa mais longa da presente edição, de 215 quilómetros, entre Vitoria e Alto Campo.
Fabio Aru assumiu a liderança da Volta a Espanha
Foto: EPA/JAVIER LIZON

Fabio Aru assumiu a liderança da Volta a Espanha

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O ciclista italiano Alessandro De Marchi (BMC) venceu hoje isolado a 14.ª etapa da Volta a Espanha em bicicleta, que terminou com contagem de categoria especial e na qual o italiano Fabio Aru (Astana) manteve a liderança.

A etapa mais longa da presente edição, de 215 quilómetros entre Vitoria e Alto Campo, teve cinco fugitivos e, na parte decisiva, o transalpino, que já tinha vencido uma etapa na Vuelta de 2014, na qual foi o ciclista mais combativo, impôs-se com o tempo de 5:43.13 horas.

O compatriota Salvatore Puccio (Sky) e o espanhol José Joaquín Rojas (Movistar) chegaram a 21 e a 32 segundos, respetivamente.

Na luta pelos primeiros lugares, muito agitada nos quilómetros finais, ‘marcação cerrada’ entre Fabio Aru, o espanhol Purito Rodriguez e o colombiano Nairo Quintana: Rodriguez recuperou um segundo para Aru (está agora a 26, no segundo posto) e Quintana ganhou seis ao espanhol e sete ao italiano, reentrando no ‘Top 10’ da geral.

O holandês Tom Dumoulin e o espanhol Alejandro Valverde, respetivamente terceiro e sexto classificados, perderam 10 segundos para os rivais diretos, com Valverde a cair assim para sétimo, ultrapassado pelo compatriota Mikel Iturralde.

Na geral, Aru tem 26 segundos sobre Purito, 49 sobre Dumoulin e 2.11 sobre Valverde, enquanto Nairo Quintana é nono a três minutos.

Depois de ter vencido, isolado, a 13.ª etapa, Nelson Oliveira (Lampre) foi 51.º, a 8.36 minutos, subindo dois lugares para 30.º, a 33.23 do líder.

André Cardoso (Garmin) foi o melhor português, em 32.º, a 5.02, e mantém o 18.º, a 11.42.

José Gonçalves caiu um lugar para 36.º (50.17), Ricardo Vilela também baixou uma posição para 44.º (58.55) e Tiago Machado (Katusha) mantém o 48.º (1:03.05 horas).

Hoje também se destacou a desistência do espanhol Samuel Sanchez (BMC), campeão olímpico nos Jogos Pequim2008, de 37 anos, após perder contacto com o pelotão nos primeiros quilómetros da tirada.

Domingo continua a alta montanha na 15.ª etapa, entre Comillas e Sotres, na distância de 175,5 quilómetros.

Conteúdo publicado por Sportinforma