Desporto

02-01-2016 21:55

Equipa de ciclismo do Sporting apresentada no intervalo do ‘clássico’

O Sporting regressa ao ciclismo, depois de quase duas décadas de ausência.
Equipa de ciclismo do Sporting
Foto: Lusa

Equipa de ciclismo do Sporting

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

A equipa de ciclismo Sporting-Tavira foi hoje apresentada no intervalo do ‘clássico’ entre Sporting e FC Porto, da I Liga de futebol, quando foi desvendado oficialmente o chefe de fila da formação ‘leonina’, o italiano Rinaldo Nocentini.

Nocentini, de 38 anos, juntou-se à formação ‘verde e branca’ depois de ter sido dispensado da equipa francesa do WorldTour AG2R, pela qual correu nas últimas nove temporadas.

O italiano contabiliza 17 participações nas grandes voltas, tendo como melhor resultado o 12.º lugar na Volta a França de 2009, durante a qual envergou a camisola amarela em oito etapas.

O Sporting regressa ao ciclismo, depois de quase duas décadas de ausência, mediante uma parceria com o Clube de Ciclismo de Tavira, a equipa mais antiga do mundo, depois de um acordo falhado com a W52, que acabou por se juntar ao rival de hoje na I Liga de futebol, o FC Porto.

Este impasse motivou a claque ‘leonina’ Juve Leo a erguer uma tarja, antes do encontro, com a mensagem: #tudocópianadavosso.

Além de Nocentini, o Sporting-Tavira, que vai ser comandado por Vidal Fitas, conta ainda com David Livramento, Valter Pereira e Rafael Lourenço, que transitam do último plantel, os portugueses Luís Fernandes (ex-W52), Hugo Sabido (ex-Louletano) e Júlio Gonçalves (ex-Anicolor) e os espanhóis Jesus Ezquerra (ex-Activejet), Mario Gonzalez (ex-Activejet), Oscar Brea (ex-Efapel) e David de la Fuente (ex-Efapel).

Desde 1987, altura em que foi extinta a secção de ciclismo, que o Sporting não estava no pelotão principal. Em 2009, os 'leões' regressaram com uma equipa de sub-23, uma experiência que terminou em 2011.

Com um vasto palmarés, o Sporting conta com mais de 150 títulos (em estrada e pista), destacando-se as presenças na Volta a França e na Volta a Portugal. Nesta última, soma 13 vitórias coletivas e nove individuais.

Conteúdo publicado por Sportinforma