Volta a Portugal

06-08-2016 12:48

Drapac compete pelo... melhor bigode

Os ciclistas da equipa norte-americana aproveitam para se divertir nas estradas lusas.
ciclismo geral

Os ciclistas da equipa norte-americana aproveitam para se divertir nas estradas lusas.

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Longe da luta pela camisola amarela, e já com uma vitória numa etapa, os corredores da australiana Drapac disputam entre si o título de melhor bigode da 78.ª edição da Volta a Portugal em bicicleta.

“Estamos a competir dentro da equipa, começámos no início da Volta. Todos estamos a tentar deixar crescer o bigode e quando chegar domingo vamos ver quem tem o melhor bigode”, explicou o australiano Lachlan Norris.

O compatriota William Clarke, vencedor da terceira etapa, na chegada a Macedo de Cavaleiros, confirmou a iniciativa, explicando a sua tática: “Ando a tentar deixar crescer uma barbicha e só depois apresento um bigode nas últimas etapas”.

Brendan Canty, de 24 anos, também alinhou na competição, no entanto, a densidade pilosa tolhe-lhe as ambições. “Para alguns de nós é difícil ter um bom bigode, mas andamos a divertir-nos durante a Volta a quem tem o melhor. É uma Volta longa e dura e qualquer coisa que façamos para nos entreter ou nos divertir é sempre bom”, sublinhou.

Igual ‘problema’ enfrenta o seu compatriota Adam Phelan, que rejeitou entrar derrotado na competição: “Não tenho o melhor bigode, mas entrei na competição para ganhar”. “E pronto, cá andamos nós a tentar deixar crescer bigodes”, rematou Brendan Canty.

Conteúdo publicado por Sportinforma