Ciclismo

07-09-2016 19:08

Favoritos 'controlam-se' na 17ª etapa da Vuelta

O pelotão vai cumprir esta quinta-feira uma das etapas mais longas, com cerca de 200 kms.
Vuelta a Espana - Cycling Tour of Spain - 15th stage
Foto: Lusa

Nairo Quintana continua na liderança da Vuelta

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

A Volta a Espanha em bicicleta, que termina no domingo, parece cada vez mais pender para o colombiano Nairo Quintana (Movistar), que hoje, na penúltima etapa de montanha da prova, não cedeu 'um milímetro' à concorrência.

A ligação de 177,5 quilómetros entre Castellón e Camins de Penyagolosa, na Comunidade Valenciana, terminava com uma demolidora escalada de primeira categoria, que Quintana enfrentou com toda a confiança, entrando num pequeno grupo de quatro unidades, juntamente com os principais rivais, o britânico Chris Froome (Sky), o espanhol Alberto Contador (Tinkoff) e o colombiano Esteban Chaves (Orica-BikeExchange).

Este quarteto 'de luxo', justamente os primeiros da geral, chegou à meta 3.27 minutos depois do suíço Mathias Frank (Orica), muito 'sofrido' vencedor, que aguentou de forma brilhante o avanço de uma fuga. O tempo foi-se 'esfumando', quando os trepadores reagiram, mas ainda deu para ter seis segundos sobre o checo Leopold Konig (Sky) e 11 sobre o Robert Gesink (LottoNL-Jumbo).

Frank integrou um extenso grupo de 27 ciclistas que escapou bem cedo na etapa e a 30 km da meta foi o único a responder a um ataque do italiano Dario Cataldo (Astana).

O duo colaborou bem e abordou a contagem de montanha final ainda com bom avanço, quando a reação de Gesink e Koning, nomeadamente, se tornou forte. A dois quilómetros da meta, Frank deixou Cataldo para trás, para vencer a tirada em 4:34.38 horas.

Os integrantes da fuga foram chegando à meta isolados ou em pequenos grupos, enquanto, mais atrás, Quintana e os três rivais acabavam por se adiantar mais de meio minuto ao que sobrava do pelotão.

Na frente da Vuelta, quando ainda há uma etapa de montanha e um contrarrelógio para cumprir, o avanço de Quintana sobre Froome mantém-se nos 3.37 minutos. Chaves está a 3.57, Contador a 4.02 e o britânico Simon Yates (Orica) mantém o quinto posto, a 6.02.

O grupo de portugueses na prova ficou reduzido a três, depois de Mário Costa (Lampre-Merida) não ter resistido à dureza da etapa. De fora já estava José Gonçalves (Caja Rural).

Tiago Machado (Katusha), que até ensaiou uma fuga, logo ao início, foi 84.º, a 11.37 minutos de Frank. Sérgio Paulinho (Tinkoff) e José Mendes (Bora-Argon 18) perderam 13.14.

Na geral, Mendes desceu seis lugares, para 50.º, a 1:31.23. Tiago Machado encontra-se no 93.º lugar e Sérgio Paulinho em 116.º.

Na quinta-feira, o pelotão enfrenta a 18.ª etapa, uma das mais longas da prova, com 200,6 quilómetros de ligação entre Requena e Gandía. Embora sem grandes dificuldades, o percurso é bastante acidentado.

Conteúdo publicado por Sportinforma