Ciclismo

15-04-2017 20:36

Ciclistas portugueses desistiram do ZLM Tour

Equipa falha qualificação para o Mundial
Ciclismo geral
Foto: EPA/VINCENT JANNINK

Portugueses tiveram de desitir

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Os ciclista da seleção portuguesa desistiram todos do ZLM Tour, prova holandesa da Taça das Nações de sub-23, falhando hoje uma oportunidade de qualificação para o Campeonato do Mundo.

A prova, com partida e chegada em Goes, depois de 181,3 quilómetros, foi vencida pelo britânico Christopher Lawless, que bateu ao ‘sprint’ o belga Jasper Philipsen e o francês Jeremy Lecroq.

Apenas 65 dos 145 participantes terminaram a tirada, sendo que o vento forte contribuiu decisivamente para a desistência de 80 ciclistas, entre eles todos os portugueses.

Rui Oliveira (Axeon Hagens Berman), chefe de fila entre os lusos, caiu no percurso neutralizado entre a partida simbólica e a real, tendo ficado com várias escoriações no corpo.

Já André Carvalho (Team Cipollini Iseo Rime), André Crispim (Liberty Seguros-Carglass) e Francisco Campos (Miranda-Mortágua) caíram durante a prova, com César Martingil (Liberty Seguros-Carglass) e Gaspar Gonçalves (Liberty Seguros-Carglass) a serem atrasados pelos cortes de quedas alheias, o que levou ao abandono da representação portuguesa na prova.

O ZLM Tour, terceira prova no calendário da Taça das Nações, constituía-se como uma oportunidade para a seleção nacional de sub-23 assegurar a participação nos Mundiais de ciclismo de estrada, que se vão realizar em Bergen, na Noruega, em setembro, bastando para isso que um dos pupilos do selecionador José Poeira cortasse a meta nos primeiros 15 lugares.

A próxima prova da Taça das Nações de ciclismo em sub-23 é a Coppa Cittá di Offida, em Itália, a 01 de maio, com a participação da seleção portuguesa.

Conteúdo publicado por Sportinforma