Ciclismo

05-05-2017 17:32

Raúl Alarcón, da W52-FC Porto, vence primeira etapa da Volta Ciclista a Madrid

Ciclista espanhol da W52-FC Porto tornou-se no líder da geral individual.
Raúl Alarcón, da W52-FC Porto, vence primeira etapa da Volta Ciclista a Madrid
Foto: EPA/Alberto Morante

Ciclista espanhol da W52-FC Porto tornou-se no líder da geral individual.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Raúl Alarcón, da W52-FC Porto, venceu hoje a primeira etapa da 30.ª Volta Ciclista Comunidade de Madrid, tornando-se no líder da geral individual, depois de integrar uma fuga com nove elementos.

O espanhol, que na segunda-feira terminou a Volta às Astúrias no primeiro lugar da geral, deu o melhor seguimento ao resultado com nova vitória, terminando a tirada de 145,1 quilómetros em 3:32.33 horas, à frente do russo Dmitry Strakhov (Lokosphinx) e do equatoriano Richard Carapaz (Movistar).

Alarcón deu a vitória em Las Rozas à equipa portuguesa ao superar oito companheiros da fuga que atravessava um perfil montanhoso, na qual o melhor ciclista luso foi o colega de equipa do vencedor Daniel Freitas, em 13.º lugar a 2.33 minutos.

O espanhol Xuban Errazkin (Rádio Popular Boavista) terminou a tirada em 25.º lugar, com o colega de equipa Domingos Gonçalves no 35.º posto, imediatamente à frente do também ‘axadrezado’ espanhol Daniel Sánchez, e imediatamente atrás de Ricardo Vilela (Manzana Postobon), todos a 2.33 minutos de Alarcón.

Rafael Reis (Caja Rural) terminou em 38.º lugar, com Amaro Antunes (W52-FC Porto) em 41.º e David Rodrigues (Rádio Popular Boavista) em 45.º, com o mesmo tempo dos colegas espanhóis na equipa portuguesa Víctor Etxeberría e Pablo Guerrero, e do russo Egor Silin.

Mais longe do vencedor da etapa inaugural e atrasados em relação ao pelotão ficaram Samuel Caldeira (64.º) e o vencedor da Volta a Portugal em 2016 Rui Vinhas (67.º), ambos da W52-FC Porto, bem como Nuno Bico (Movistar), todos a 9.39 minutos do primeiro a cortar a meta.

Nuno Meireles (Equipo Bolivia) e Tiago Ferreira (W52-FC Porto) terminaram com mais de 12 minutos de atraso, registando-se ainda o abandono de Rui Sousa (Rádio Popular Boavista), bem como Ángel Rebollido, ciclista dos ‘dragões’.

A segunda etapa, em que Alarcón partirá de ‘amarelo’, apresenta um perfil mais plano, com apenas duas contagens de terceira categoria, e um total de 148 quilómetros em circuito urbano.

Conteúdo publicado por Sportinforma