Ciclismo

07-05-2017 16:06

Raúl Alarcón termina Volta a Madrid em 2º lugar

Ciclista do FC Porto terminou com o mesmo tempo que o vencedor com o mesmo tempo que o vencedor.
Ciclismo geral
Foto: EPA/VINCENT JANNINK

Raúl Alarcón não conseguiu vencer o compatriota Óscar Sevilla

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O ciclista espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto) terminou hoje a 30.ª Volta Ciclista Comunidade de Madrid na segunda posição da geral, com o mesmo tempo do vencedor, o seu veterano compatriota Óscar Sevilla (Medellín-Inder).

Na última tirada da prova madrilena, numa chegada em pelotão compacto, Sevilla cortou a meta em quinto, com o mesmo tempo do vencedor, o alemão Jasha Sutterlin (Movistar), enquanto Alarcón foi sétimo, cedendo a amarela e a vitória na geral ao compatriota.

O corredor dos ‘dragões’ terminou a prova, no final de uma semana em que conquistou a Volta às Astúrias na segunda-feira, como vencedor da classificação de pontos e da camisola da regularidade.

O ‘veterano’ Sevilla, de 40 anos, que tem o segundo posto na Volta a Espanha de 2001 como ponto alto da carreira, ‘vingou-se’ de Alarcón, depois de ter ficado em terceiro nas Astúrias.

Na chegada ao ‘sprint’, vencida pelo alemão Sutterlin, ao fim de 99 quilómetros em traçado urbano, o melhor português foi o ciclista ‘azul e branco’ Daniel Freitas, em 14.º, registando também a melhor classificação final na geral (28.º).

O jovem espanhol Xuban Errazkin foi o melhor classificado da Rádio Popular Boavista, em 21.º na última etapa e 19.º na geral, tendo ainda ficado em sexto lugar na classificação da juventude.

David Rodrigues (Rádio Popular Boavista), que subiu para 29.º na geral, terminou na 32.ª posição, com Amaro Antunes (W52-FC Porto) em 35.º, o mesmo posto em que concluiu a geral individual, subindo 10 lugares.

Rafael Reis (Caja Rural) foi 54.º na etapa e caiu três posições para 32.º, enquanto Nuno Meireles (Equipo Bolivia) aproveitou o último dia de prova para subir para o 84.º lugar na geral.

Em 36.º na geral terminou o espanhol Pablo Guerrero (Rádio Popular Boavista), 51.º na etapa, com o compatriota e colega de equipa Víctor Etxeberría em 55.º, ficando no 44.º posto da geral.

O 74.º lugar na terceira etapa de Domingos Gonçalves (Rádio Popular Boavista) valeu-lhe uma ‘queda’ na classificação final, onde era 21.º no final do segundo dia, tendo concluído na 49.ª posição.

O espanhol Daniel Sanchez (Rádio Popular Boavista) fechou a participação no 51.º posto, depois de ser 77.º na etapa, com o russo Egor Silin como pior classificado da equipa, na 54.ª posição.

O vencedor da Volta a Portugal de 2016, Rui Vinhas (W52-FC Porto), terminou a prova em 66.º lugar, dois postos abaixo do colega de equipa Samuel Caldeira, depois de terem terminado a tirada final em 85.º e 86.º, respetivamente.

Ricardo Vilela (Manzana Postobon) terminou em 98.º e antepenúltimo a tirada final, a 2.05 minutos do vencedor, terminando no 56.º posto da geral.

A mais de 22 minutos de Sevilla, o ‘dragão’ Tiago Ferreira fechou a geral no 96.º posto ao ser 88.º na última etapa, à frente de Nuno Bico (Movistar), que terminou em 92.º e fechou a participação na capital espanhola no 81.º posto da geral.

Conteúdo publicado por Sportinforma