Ciclismo

19-05-2017 10:59

Geraint Thomas abandona o Giro

Vencedor da Volta ao Algarve em 2015 e 2016, Thomas era inicialmente um dos candidatos a vencer a Volta a Itália.
Geraint Thomas
Foto: Lusa

Geraint Thomas

Por SAPO Desporto c/ Inforpress sapodesporto@sapo.pt

O ciclista britânico Geraint Thomas, vítima de uma queda no domingo, abandonou hoje a Volta a Itália, anunciou a equipa Sky, antes da partida da 13.ª etapa, em Reggio Emilia.

Thomas, que ocupava o 15.º lugar da geral, a quase sete minutos do líder, o holandês Tom Dumoulin (Sunweb), viu goradas as suas hipóteses de lutar pela vitória devido à queda provocada por uma mota da polícia, na nona etapa.

"Tenho dores desde o acidente. Tenho um problema nas costas que é suportável, mas a dor no joelho piora diariamente. O Giro era o meu objetivo principal desta época, mas agora tenho de olhar para a frente", afirmou o galês, que na terça-feira conseguiu o segundo lugar no contrarrelógio de Montefalco, atrás de Dumoulin.

Vencedor da Volta ao Algarve em 2015 e 2016, Thomas era inicialmente um dos candidatos a vencer a Volta a Itália, partilhando a liderança da equipa com o espanhol Mikel Landa, que também se viu envolvido na queda de domingo e está a mais de 40 minutos do camisola rosa.

"Agora vou-me virar para a Volta a França [01 a 23 de julho]. Gostava de lá chegar na mesma boa forma com que cheguei ao Giro", acrescentou Thomas, que na próxima quinta-feira completa 31 anos. Campeão olímpico de pista em 2008 e 2012, deverá ser um dos 'escudeiros' do britânico Chris Froome no Tour, na sua tentativa de alcançar a quarta vitória.

O diretor geral da equipa, Dave Brailsford, lamentou o abandono de Thomas, considerando que, "como sempre, mostrou um verdadeiro espírito de combate", e sublinhou que a equipa deve "velar para que as suas lesões sejam tratadas da melhor forma".

Conteúdo publicado por Sportinforma