Ciclismo

21-05-2017 19:27

Dumoulin mantém a camisola rosa no Giro

Ciclista da Quick-Step está imparável na prova.
Giro: Tom Dumoulin vence contrarrelógio e veste camisola rosa
Foto: EPA/ALESSANDRO DI MEO

Giro: Tom Dumoulin vence contrarrelógio e veste camisola rosa.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O luxemburguês Bob Jungels (Quick Step), líder da classificação de jovens, foi hoje o mais rápido na 15.ª etapa da Volta a Itália em bicicleta, que terminou com um 'sprint' a 12 em Bérgamo.

Foi um 'sprint' atípico, entre os elementos de um primeiro grupo, com todos os favoritos - entre os quais o camisola rosa, Tom Dumoulin (Sunweb), e o seu primeiro perseguidor, Nairo Quintana (Movistar) -, formado com a passagem de montanha do dia.

Entre os que não conseguiram acompanhar os andamentos dos primeiros esteve o português Rui Costa, que concedeu quase nove minutos e assim caiu para 17.º da geral.

Jungels, de 24 anos, reforçou a camisola branca com a prova de força sobre a meta em Bérgamo, enquanto que o colombiano Nairo Quintana, segundo, recuperou seis segundos ao holandês Dumoulin, que controlou bem a última etapa antes do descanso, entrando em oitavo.

Muito mérito para Jungels, que atacou na montanha (duas contagens, uma de segunda e outra de terceira), a cerca de 30 quilómetros do final, formando o grupo da frente. Na meta, foi creditado em 4:16.51 horas para os 199 quilómetros percorridos.

Em grande continua a Quick Step, que junta este triunfo aos quatro de Fernando Gaviria, para assegurar um terço das vitórias de etapas.

O Giro para agora mais um dia - antes de abordar uma demolidora última semana - e praticamente não houve alterações entre os corredores mais bem posicionados.

A camisola rosa continua com Dumoulin, agora com Quintana a 2.41. A 3.21 está o francês Thibaut Pinot (FDJ) e a 3.40 o italiano Vicenzo Nibali (Bahrain-Merida).

Rui Costa foi dos que cedeu terreno logo na primeira escalada, para não mais recuperar. Entrou em 58.º, a 8.54. Na geral, desceu para 17.º, a 16.52 do camisola rosa.

O português mais bem classificado hoje acabou por ser José Gonçalves, em 33.º. O ciclista da Katusha atrasou-se somente 1.07 dos primeiros e sobe a 68.º da geral, a 1.15.01.

Quanto a José Mendes, da Bora-Hansgrohe, foi o 80.º, a 13.04. Na classificação geral segue em 45.º, a 54.57.

Na segunda-feira é dia de descanso, após o que vem a 'etapa rainha', com as subidas do Mortirolo e Stelvio no programa, a abrir uma semana toda ela muito dura.

Conteúdo publicado por Sportinforma