Ciclismo

30-05-2017 16:44

Portugueses na Corrida da Paz para garantir apuramento para o Mundial

A seleção nacional será composta por seis corredores.
UCI vai investigar acidente causado por duas motos na Volta à Bélgica
Foto: DAVID STOCKMAN / BELGA / AFP

A seleção nacional será composta por seis corredores.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

A seleção portuguesa de ciclismo compete, entre quinta-feira e domingo, na Corrida da Paz, prova da Taça das Nações de Sub-23, que se disputa na República Checa e que poderá garantir a qualificação para o Campeonato do Mundo.

A seleção nacional será composta por seis corredores, que têm a missão de pontuar, de forma a assegurar, de imediato, a presença nas provas de sub-23 do Campeonato do Mundo de Estrada, que se disputa, em setembro, na Noruega.

José Poeira convocou seis corredores para a Corrida da Paz: David Ribeiro (Liberty Seguros-Carglass), Gonçalo Carvalho (Miranda-Mortágua), Ivo Oliveira (Axeon Hagens Berman), João Almeida (Unieuro Trevigiani-Hemus 1896), Jorge Magalhães (Miranda-Mortágua) e Tiago Antunes (Sicasal-Constantinos-Delta Cafés). (Corrige datas da prova, que se inicia na quinta-feira)

“Esta é a última corrida antes do Campeonato da Europa na qual podemos pontuar para garantir a presença no Mundial. Para isso, temos de conseguir um lugar no pódio numa das etapas ou colocar um corredor nos 20 primeiros da geral final. Vamos motivados para este objetivo, sabendo que o percurso é duro, o que favorece as características dos nossos corredores, mas que teremos uma forte oposição, por parte dos melhores sub-23 mundiais”, analisou o selecionador português, citado em comunicado da Federação Portuguesa de Ciclismo.

A Corrida da Paz terá um prólogo e três etapas em linha, totalizando 446 quilómetros, grande parte dos quais em terreno montanhoso.

Conteúdo publicado por Sportinforma