Ciclismo

04-06-2017 15:00

Thomas de Gendt assume liderança do Dauphiné após fuga

Belga destacou-se na última subida, a sete quilómetros da meta, deixando para trás o francês Axel Domont (AG2R), seu companheiro de fuga e que chegou com um atraso de 44 segundos.
(From L) France's Cyril Gautier, France's Florian Vachon, Belgium's Thomas De Gendt, Poland's Bartosz Huzarski, Belgium's Greg Van Avermaet and Belgium's Serge Pauwels ride during the 216 km fifth stage of the 103rd edition of the Tour de France cycling race on July 6, 2016 between Limoges and Le Lioran. / AFP PHOTO / jeff pachoud
Foto: AFP or licensors

Thomas de Gendt assume liderança do Dauphiné após fuga

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O ciclista belga Thomas de Gendt (Lotto Soudal) venceu hoje em solitário a primeira etapa do Criterium de Dauphiné, que lidera, após a primeira etapa de 170,5 quilómetros, com partida e chegada em Saint-Étienne.

Numa tirada com oito contagens de montanha, nenhuma de primeira categoria, De Gendt destacou-se na última subida, a sete quilómetros da meta, deixando para trás o francês Axel Domont (AG2R), seu companheiro de fuga e que chegou com um atraso de 44 segundos.

O italiano Diego Ulissi (UAE Team Emirates), o francês Pierre Latour (AG2R) e o alemão Emanuel Buchmann (Bora-hansgrohe) terminaram nas posições imediatas, 57 segundos depois do vencedor e dois segundos antes do pelotão, que integrava, entre outros, o britânico Chris Froome (Sky), o italiano Fabio Aru (Astana) e os espanhóis Alejandro Valverde (Movistar) e Alberto Contador (Trek-Segafredo).

André Cardoso (Trek-Segafredo) foi o primeiro português a terminar a tirada, integrado no pelotão, na 46.ª posição, enquanto Tiago Machado (Katusha-Alpecin) foi o 65.º a terminar, cedendo 2.09 minutos para De Gendt.

Na classificação geral, ambos ocupam as mesmas posições da etapa, com Cardoso a 1.09 minutos do líder e Machado a 2.19.

O pelotão da corrida francesa vai enfrentar na segunda-feira os 171 quilómetros da segunda etapa, entre Saint Chamond e Arlanc, numa viagem com quatro contagens de montanha, uma de segunda categoria, duas de terceira e uma de quarta.

Conteúdo publicado por Sportinforma