Ciclismo

05-06-2017 17:31

Demare venceu segunda etapa em Dauphiné

Ciclista francês foi o mais rápido na chegada ao sprint.
Arnaud Demare
Foto: MARCO BERTORELLO

Arnaud Demare

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O ciclista francês Arnaud Demare (FDJ) venceu hoje a segunda etapa do Critérium de Dauphiné ao ‘sprint’, num dia em que o belga Thomas de Gendt (Lotto Soudal) conservou a camisola amarela.

O francês, que cumpriu os 171 quilómetros da tirada em 04:13.53 horas, saiu da roda do norueguês Alexander Kristoff (Katusha Alpecin) nos últimos metros para terminar em primeiro lugar, com Kristoff em segundo e o francês Nacer Bouhanni (Cofidis) em terceiro.

Numa etapa com várias contagens de montanha, nenhuma de primeira categoria, foi a fuga de Alexei Lutsenko (Astana), primeiro acompanhado e depois a solo, sendo integrado a três quilómetros da meta, que animou o dia antes da sexta vitória do ciclista de 25 anos da FDJ.

Na geral, De Gendt continua de amarelo, com 48 segundos de vantagem sobre Axel Domont (AG2R – La Mondiale) e 1.03 minutos sobre o italiano Diego Ulissi (UAE Emirates), terceiro classificado.

André Cardoso (Trek-Segafredo) foi o melhor português no segundo dia, terminando em 65.º lugar, com o mesmo tempo do vencedor, com Tiago Machado (Katusha Alpecin) a terminar igualmente integrado no pelotão, no 81.º posto.

Cardoso ‘saltou’ seis lugares na geral, onde é agora 39.º, a 1.09 minutos de de Gendt, enquanto Tiago Machado manteve o 65.º lugar, com o mesmo tempo.

Na terça-feira, o pelotão vai percorrer 184 quilómetros na terceira etapa, que liga Chambon-sur-Lignon a Tullins, com nova chegada em pelotão compacto em vista, ideal para os velocistas.

Conteúdo publicado por Sportinforma