Ciclismo

07-06-2017 17:05

Richie Porte surpreende no contrarrelógio de Dauphiné

Australiano venceu Tony Martin na quarta etapa.
Richie Porte
Foto: DAN PELED / EPA

Richi Porte

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O ciclista australiano Richie Porte (BMC) surpreendeu hoje o especialista Tony Martin (Katusha-Alpecin), ao conquistar o contrarrelógio da quarta etapa do Critério do Dauphiné, cuja liderança continua a pertencer ao belga Thomas De Gendt (Lotto Soudal).

Os 23,5 quilómetros praticamente planos, mas muito técnico, entre La Tour-du-Pin e Bourgoin-Jallieu pareciam talhados para as pernas do alemão Tony Martin, mas o campeão do mundo de contrarrelógio viu o ‘escalador’ Porte superar-se para garantir o triunfo na quarta etapa.

O líder da BMC, um dos candidatos à geral da próxima Volta a França, deixou boas indicações, pedalando a uma média superior a 50 km/h, para cumprir o percurso em 28.07 minutos e deixar o especialista da Katusha-Alpecin, que por pouco não caiu, a 12 segundos.

"Não esperava isto! Não pensava em ganhar e conseguir tanto tempo de diferença. Não fazia um ‘crono’ deste nível há muito tempo. É muito bom para a minha confiança. Estou muito satisfeito com a minha exibição”, assumiu.

O terceiro na meta, a 24 segundos, foi o espanhol Alejandro Valverde (Movistar), com o britânico Chris Froome, o campeão em título quer do Dauphiné, quer do Tour, a ser apenas oitavo, a 37 segundos.

Atrás do chefe de fila da Sky ficou Thomas De Gendt, que segurou exemplarmente a camisola amarela, conquistada com uma fuga na primeira etapa.

No entanto, o belga da Lotto Soudal, que perdeu 42 segundos para o vencedor da quarta tirada, viu Porte aproximar-se perigosamente na geral: o australiano da BMC é agora segundo classificado, a 27 segundos de De Gendt, com Valverde a ocupar a terceira posição, a 51.

Alheios à discussão da etapa, os portugueses aproveitaram o dia de hoje para repousar do seu papel de trabalhadores, com Tiago Machado (Katusha-Alpecin) a ser 34.º, a 01.36 minutos de Porte, e André Cardoso (Trek-Segafredo) a concluir o ‘crono’ no 120.º posto, a 03.21.

Com a prestação na quarta etapa, Machado conseguiu saltar para a 47.ª posição da geral, estando a 03.13 minutos do camisola amarela, enquanto Cardoso caiu para o 55.º lugar, a 03.48.

Na quinta-feira, o pelotão tem uma jornada teoricamente tranquila e favorável aos ‘sprinters’, na quinta etapa, que liga La Tour-de-Salvagny a Mâcon, no total de 175,5 quilómetros.

Conteúdo publicado por Sportinforma