Ciclismo

09-07-2017 19:33

Amaro Antunes vence Troféu Joaquim Agostinho, João Benta triunfa na última etapa

O ciclista dos ‘dragões’ confirma a boa temporada.
Amaro Antunes em ação pelo FC Porto
Foto: D.R.

O ciclista dos ‘dragões’ confirma a boa temporada ao vencer o Troféu Joaquim Agostinho

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O ciclista algarvio Amaro Antunes (W52-FC Porto) consumou hoje a conquista do Troféu Joaquim Agostinho, ao chegar em terceiro na última etapa, no Parque Eólico da Carvoeira, vencida por João Benta (RP-Boavista).

Benta cumpriu os 162 quilómetros de ligação entre São Martinho do Porto e o Parque Eólico da Carvoeira em 4:14.06 horas, batendo o italiano Rinaldo

Nocentini (Sporting-Tavira), segundo, e o camisola amarela, terceiro classificado.

O ciclista dos ‘dragões’ confirma a boa temporada, em que terminou a Volta ao Algarve em quinto e venceu a Clássica da Arrábida, conquistando também as classificações por pontos e da montanha da 40.ª Edição do Grande Prémio Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho.

“É um orgulho muito grande conquistar uma corrida com tanta história”, frisou Amaro Antunes no final da prova, enquanto João Benta, vencedor em 2015, explicou que a vitória na derradeira etapa serviu de motivação para a participação na Volta a Portugal.

Na geral, Nocentini terminou a 15 segundos de Antunes, com Frederico Figueiredo (Sporting-Tavira), a 18, a fechar o pódio e João Benta no quarto posto, a 40.

José Neves (Liberty Seguros/Carglass) acabou em quinto a 44 segundos e como líder da juventude, com Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé) em sexto, Sérgio Paulinho (Efapel) em sétimo, Pablo Torres Burgos BH) em oitavo, Edgar Pinto (La Alumínios-Metalusa BlackJack) em nono e David de la Fuente (Louletano-Hospital de Loulé) a fechar o ‘top 10’.

Numa etapa sem grandes movimentações dos primeiros classificados, com um grupo de 11 fugitivos na frente desde os primeiros quilómetros, foi António Barbio (Efapel) a animar o dia, tendo sido apanhado já dentro do último quilómetro, já dentro da subida de 2000 metros até à meta, onde Benta triunfou e Antunes foi 'coroado'.

Conteúdo publicado por Sportinforma