Volta a Portugal

07-08-2016 23:27

Pinto da Costa: Ciclistas da W52-FC Porto "foram todos fantásticos"

Pinto da Costa diz que triunfo de Rui Vinhas foi justo e do coletivo
78ª Volta a Portugal em Bicicleta
Foto: Lusa

78ª Volta a Portugal em Bicicleta

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, afirmou hoje que o triunfo de Rui Vinhas (W52-FC Porto) na 78.ª Volta a Portugal em bicicleta foi justo, felicitando todos os outros corredores da equipa ‘azul e branca’.

"Foi uma vitória justíssima, foi uma vitória de toda a equipa. Fiquei muito feliz por ter sido um corredor do FC Porto e já percebi que é uma alegria para muitos portugueses, por ter sido um português, mas para mim era que fosse do FC Porto, qualquer um dos oito, porque foram todos fantásticos”, afirmou Pinto da Costa, na Praça do Comércio, em Lisboa, onde estava instalada a meta do contrarrelógio final da prova.

O português Rui Vinhas venceu hoje a Volta a Portugal, com 1.31 minutos de vantagem sobre o espanhol e companheiro de equipa Gustavo Veloso, vencedor das últimas duas edições e de três etapas na corrida deste ano, que os ‘dragões’ dominaram, colocando três corredores nos quatro primeiros lugares, vencendo a classificação coletiva e a dos pontos, por Veloso.

“Foi uma equipa muito unida desde o primeiro dia e posso considerá-los a todos como vencedores”, frisou o presidente do FC Porto, cujo emblema estava ausente do pelotão há 31 anos e detinha 13 triunfos na Volta a Portugal, o último dos quais conquistado por Marco Chagas, em 1983.

Pinto da Costa avaliou positivamente a aposta na modalidade, ambicionando novos triunfos.

“Foi um desejo meu, de uma multidão de portistas que me perguntavam quando voltávamos ao ciclismo. Voltámos, estamos aqui para ficar, temos a Volta a Portugal e teremos mais vitórias no futuro”, rematou.

Rui Vinhas e os corredores da W52-FC Porto têm uma comemoração marcada para o Dragão Caixa, no Porto.

Conteúdo publicado por Sportinforma