Taça de Angola

24-11-2014 11:50

Zeca Amaral fala em sorte, Graselli diz que resultado é injusto

O Benfica de Luanda conquista pela primeira vez a Taça de Angola. No Girabola2014 terminou na terceira posição, garantindo uma das vagas nas afrotaças.
Benfica de Luanda
Foto: SAPO

Vencedor da Taça de Angola em futebol

Por SAPO Desporto c/Angop sapodesporto@sapo.pt

O Benfica de Luanda conquistou, este domingo, a Taça de Angola em futebol, ao vencer na final o Petro de Luanda por 1-0, no final do jogo, disputado no estádio 11 de Novembro. O único golo do encontro foi apontado já no prolongamento pelo avançado português Braga. O técnico do Benfica, Zeca Amaral, reconheceu a má exibição dos seus pupilos, mas destacou a vitória.

Em declarações à imprensa, o técnico realçou o desempenho dos seus pupilos e disse que, numa final, o importante é vencer. "São golos chatos de sofrer. Num momento em que a nossa equipa já não queria ir para frente conseguimos marcar”, frisou, salientando que é próprio do futebol.


Alexandre Grasseli inconformado com a derrota

Já o técnico do Petro de Luanda, Alexandre Grasseli, mostrou-se inconformado com a derrota, alegando que o conjunto que orienta esteve melhor.

“A melhor equipa não venceu, mas o futebol tem destas coisas, é injusto. No entanto, quero felicitar os meus jogadores e a direção do clube pelo apoio”, realçou, no final do encontro disputado no estádio 11 de Novembro, presenciado pelo ministro do Estado e chefe da Casa Civil da Presidência da República, Edeltrude Costa, em representação do Chefe do Estado, José Eduardo Dos Santos.

Apesar da derrota, o Petro de Luanda garantiu um lugar nas afrotaças.

O Benfica de Luanda conquista pela primeira vez a Taça de Angola. No Girabola2014 terminou na terceira posição, garantindo uma das vagas nas afrotaças.

Conteúdo publicado por Sportinforma