Futebol/Angola

03-06-2017 12:48

Seis primeiras jornadas serão decisivas para as contas do título, defende o 1.º de Agosto

Técnico adjunto dos 'militares', Ivo Traça, falou sobre a primeira volta do campeonato angolano.
Ivo Traça, treinador adjunto do 1º de Agosto
Foto: Henri Celso / Angop

Ivo Traça, treinador adjunto do 1º de Agosto

Por SAPO Desporto c/ Angop sapodesporto@sapo.pt

Os resultados das seis primeiras jornadas da segunda volta do Girabola Zap2017 serão determinantes para as contas finais da competição, considerou, em Luanda, o técnico adjunto do 1º de Agosto, Ivo Traça.

O técnico, que analisava a primeira volta do Girabola, defendeu que as próximas 15 rondas vão ser muito difíceis, em função da "luta" imposta por outras equipas na etapa inicial da prova, com destaque para o Petro de Luanda e Kabuscorp do Palanca. Mas até à sexta jornada já se saberá se estas vão continuar a lutar pelo título.

Ivo Traça considerou inesperada a segunda posição alcançada pelo 1.º de Agosto, com 33 pontos, menos um do que o líder Petro de Luanda.

Ainda assim, o técnico considera a campanha da equipa positiva, a julgar pelas lesões de jogadores influentes como Geraldo, Isaac e os guarda-redes Dominique e Tony, que influenciaram o ritmo do conjunto militar.

Em 15 jogos, 1º de Agosto somou 10 vitórias, três empates e perdeu por duas ocasiões.

Conteúdo publicado por Sportinforma