Girabola

08-06-2017 14:19

‘Lundas’ recusam-se a treinar devido a falta de condições

Falta de ordenados leva a protesto do Progresso de Luanda.
Progresso da Lunda Sul - ASA

Progresso da Lunda Sul

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

A falta de condições psicológicas em face de quatro meses sem ordenados, leva os jogadores do Progresso da Lunda Sul a recusarem-se a treinar desde o fim da primeira volta, situação que pode durar até o reinício do Campeonato.

Segundo o técnico do clube, Albano César, na cidade de Saurimo, está apenas a equipa técnica que aguarda pelos jogadores que reivindicam os pagamentos dos seus salários.
O técnico manifestou-se conformado com a situação em face da “greve” que seus “pupilos” já vinham fazendo, antes mesmo do fim da primeira volta, em consequência da falta de salários dos últimos quatro meses.
Por seu turno, a direção do clube promete pronunciar-se em conferência de imprensa nos próximos dias para esclarecer o caso, prometendo que tudo está ser feito para que a situação se resolve, visto que faltam poucos dias para o arranque da segunda volta do Girabola.
O Progresso da Lunda Sul ocupa a 14ª posição, com 12 pontos, fruto de três vitórias, igual número de empates e nove derrotas, com um saldo de 12 golos marcados e 23 sofrido, sendo a terceira defesa mais batida do campeonato.

Conteúdo publicado por Sportinforma