Taça de Portugal (fem)

09-05-2012 16:23

Jogadoras do 1.º de Dezembro e do Albergaria querem erguer trofeu no domingo

O jogo entre o 1.º de Dezembro e o Albergaria está agendado para as 17h00 de domingo, 13 de maio, no Estádio Nacional.
Jogadoras do 1.º de Dezembro e do Albergaria querem erguer trofeu no domingo

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Mary, sub-capitã do Clube de Albergaria, e Paula Cristina, defesa do 1.º de Dezembro, têm em comum o desejo de, a 13 de Maio, vencerem a Taça de Portugal de futebol feminino, que vão disputar no Estádio Nacional.

«Mais importante do que o objetivo pessoal é o objetivo comum. Todas nós estamos cientes da importância que a conquista do troféu terá para a equipa e para o clube», disse Mary, em declarações ao sítio oficial da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

A sub-capitã do Albergaria reconheceu que «a dedicação» foi o mote da equipa, e ressalvou que sair no domingo do Estádio Nacional com a Taça de Portugal constituiria «um reconhecimento do esforço e sacrifício pelos dez meses de treinos em condições adversas, com muitas deslocações distantes, submissões a horários tardios, despesas, com trabalho e emprenho de todas».

«Sem dúvida seria uma benesse após tamanha dedicação», afirmou.

Paula Cristina também assume a conquista do troféu como um dos objetivos da sua equipa, sublinhando que a presença na final do 1.º de Dezembro «prova o valor da equipa».

«Era um dos objetivos da época marcar presença na final e tem um gosto especial, porque muitas pessoas chegaram a pensar que o 1.º de Dezembro não conseguiria ser o mesmo depois da saída de muitas jogadoras. Provámos que somos uma equipa com valor e se ganhássemos a Taça seria o culminar de toda uma época de trabalho», avançou Paula Cristina, também em declarações ao sítio da FPF.

Quanto ao jogo, a ponta-de-lança da equipa que acabou de se sagrar campeã nacional pela 11.ª vez consecutiva rejeitou favoritismos, admitindo que ambas as equipas querem sair com uma vitória do Jamor.

«Qualquer uma das equipas, independentemente do valor que tenham, vai querer vencer. Penso que ninguém espera facilidades, exatamente por nos conhecermos tão bem, mas queremos resolver o jogo o quanto antes, sem necessidade de prolongamento ou grandes penalidades. Não pode haver favoritos.

É um facto que a nossa equipa já tem um historial de vitórias muito grande, quer no Campeonato, quer na Taça, mas não podemos abordar as coisas nesse prisma. Queremos simplesmente abordar o jogo da melhor forma, disputando-o até ao final», sublinhou.

Também Mary reconhece as qualidades das adversárias, adiantando que até à data ainda não as conseguiram vencer.

«É sabido que é uma equipa recheada de atletas com bastante experiência e valor individual. Contudo, vale pelo coletivo, pelo seu todo. Conhecendo a minha equipa e pela confiança que deposito nas minhas colegas, posso garantir que, no que depender de nós, será um jogo disputado até ao último minuto, onde o nosso espírito de entrega e esforço será elevado ao máximo», frisou Mary.

O jogo entre o 1.º de Dezembro e o Albergaria está agendado para as 17h00 de domingo, 13 de maio, no Estádio Nacional.