Acidente Chapecoense

29-11-2016 09:46

CBF consternada com acidente aéreo na Colômbia

O guarda-redes Marcelo Boeck não estava entre os jogadores que viajaram.
CBF
Foto: YASUYOSHI CHIBA / AFP

CBF

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

A Confederação Brasileira de Futebol manifestou, esta terça-feira, consternação pelo acidente com um avião que transportava a equipa brasileira Chapecoense para Medelim, na Colômbia.

"Estamos em contacto com a Conmebol, com as autoridades locais e com representantes de clubes em busca de mais informações antes de qualquer possível medida", informou a Confederação na sua primeira reação após a notícia do acidente.

"Manifestamos a nossa solidariedade e dirigimos as nossas orações para os passageiros e a tripulação do voo", concluiu.

Também a direção do Chapecoense aguarda mais informações das autoridades colombianas para se pronunciar sobre o acidente.

Segundo a agência de Aeronáutica Civil da Colômbia (Aerocivil), 81 pessoas viajavam no avião que transportava a equipa de futebol brasileira e que se despenhou hoje quando se dirigia para o aeroporto José María Córdoba, em Medellin, onde a equipa jogava na quarta-feira um jogo da final da Taça Sul-americana frente ao Atlético Nacional colombiano.

Inicialmente, as autoridades colombianas informaram que haveria pelo menos seis sobreviventes..

Conteúdo publicado por Sportinforma