Acidente Chapecoense

29-11-2016 13:48

Filho do treinador da Chapecoense era para estar no avião

Matheus Saroli revelou que era para seguir com o pai na viagem, mas esqueceu-se do passaporte.
Caio Júnior e o filho, Matheus
Foto: D.R

Caio Júnior e o filho, Matheus

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Matheu Saroli afirmou que esteve perto de embarcar no avião da Chapecoense que caiu na Colômbia. O filho de Caio Júnior, treinador da equipa, revelou, através das redes sociais, que só não esteve no avião porque se esqueceu do seu passaporte.


"Amigos, eu, meu irmão e minha mãe estamos bem. Precisamos de força. Peço que nos deem um pouco de privacidade, especialmente à minha mãe. Agradeço a todos ligando e mandando mensagens. Eu estava em São Paulo hoje e não embarquei pois tinha esquecido meu passaporte. Somos fortes vamos passar por isso. Obrigado a todos".


Caio Júnior estava no comando técnico da Chapecoense há menos de um ano e foi um dos obreiros que levou a equipa à final da Taça Sul-Americana que era o motivo para a viagem para a Colômbia.


O treinador brasileiro, é um dos 76 mortos confirmados no acidente aéreo que ocorreu esta madrugada junto ao aeroporto José Maria Córdoba nos arredores de Medellín

Conteúdo publicado por Sportinforma