Acidente/Chapecoense

29-11-2016 18:17

Primeiro aniversário da filha 'salva' jornalista da Globo

Jornalista da Globo não embarcou à última hora por causa do primeiro aniversário da filha.
Destroços do avião que transportava a equipa do Chapecoense
Foto: RAUL ARBOLEDA

Destroços do avião que transportava a equipa do Chapecoense.

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O repórter da Globo, Jefferson Rodrigues, estava credenciado para acompanhar o jogo entre Chapecoense e Atlético Nacional para a primeira mão da Taça Sul Americana, mas acabou por não embarcar à última hora no voo que transportava a comitiva do emblema brasileiro para a Colômbia por causa do primeiro aniversário da filha.

Num curto texto publicado nas redes sociais, o jornalista brasileiro explicou porque cancelou a viagem em cima da hora para Mindelín e assumiu que essa decisão acabou por tornar-se 'um segundo nascimento'.

"Eu sabia que 29 de novembro seria um dia que mudaria minha vida para sempre, afinal é o dia do aniversário da minha primeira princesa, Olívia! E tinha a certeza que a minha ligação com ela seria algo muito especial, pois foi intenso desde o seu primeiro minuto! Mas depois de hoje, esse dia transformou-se no meu segundo nascimento. O aniversário da minha filha, me tirou do voo da Chapecoense. Salvou a minha vida", escreveu Jefferson Rodrigues nas redes sociais.

Pelo menos 22 jornalistas de meios de comunicação do Brasil viajavam no avião, juntamente com a equipa de futebol brasileira do Chapecoense, que sofreu um acidente aéreo na Colômbia, que provocou 76 mortos, informaram hoje os media brasileiros.

Os jornalistas, na sua maioria dos canais de televisão Fox e Globo, além de outras cadeias de televisão e rádio do país, iriam fazer a cobertura da partida da primeira mão da final da Taça Sul-Americana entre o Chapecoense e o Atlético Nacional, em Medellín, na Colômbia.

De acordo com informações das autoridades colombianas, Rafael Henzel, jornalista da Rádio Oeste, está entre os sobreviventes do acidente que provocou 76 mortos.

As autoridades colombianas confirmaram que o defesa central Helio Zampier Neto, da Chapecoense, também foi resgatado com vida.

Além dele e Henzel, o guarda-redes Jackson Follmann, de 24 anos, e o lateral Alan Ruschel, de 27 anos, e um membro da tripulação também foram retirados com vida dos destroços do avião que caiu a cerca de 50 quilómetros de Medellín.

Até ao momento foram confirmadas as mortes de 21 jornalistas no acidente aéreo.

. Victorino Miranda, Rodrigo Gonçalves, Devair Pascholaon, Lilácio Pereira Júnior, Paulo Júlio Clement e Mário Sérgio Paiva (todos da FOX);

. Guilherme Marques, Ari Júnior e Guilherme Laars (Globo);
. Giovane Victória, Bruno Mauri da Silva, Djalma Araújo Neto (RBS);
. André Podiacki (Diário Catarinense);
. Laion Espíndola (Globo Esporte);
. Renan Agnolin: rádio Oeste Capital
. Fernando Schardong e Douglas Dorneles: rádio Chapecó
. Edson Ebeliny: Super Condá
. Gelson Galiotto: rádio Super Condá
. Jacir Biavatti: rádio Vang FM
. Ivan Agnoletto: rádio AM

Conteúdo publicado por Sportinforma