Acidente Chapecoense

29-11-2016 13:16

Vice-presidente do Chapecoense fala em imensa tragédia

O vice-presidente do Chapecoense, Ivan Tozzo, disse hoje que o acidente de avião com elementos do clube é uma "imensa tragédia", que ocorre numa altura em que a equipa "tinha conseguido fama nacional".
Ivan Tozzo

Ivan Tozzo

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

"Estamos reunidos no estádio, acolhemos as famílias afetadas, as pessoas que amam o Chapecoense", disse, em declarações à SportTV, acrescentando, emocionado, esperar e confiar em Deus para "que o Chapecoense possa continuar a viver".

Ivan Tozzo disse à Fox Sports que estava "para ir com eles", mas na altura desistiu.

"É uma tristeza muito grande saber que todos os nossos jogadores, os nossos colegas, estavam no voo. A Chapecoense é motivo de alegria para toda a nossa região", lamentou.

O avião despenhou-se de madrugada numa zona montanhosa a cerca de 50 quilómetros de Medellín, na Colômbia.

Cinco pessoas sobreviveram e 76 morreram, segundo o general Jose Acevedo, chefe da polícia daquela área.

A equipa estava a caminho de Medellín para disputar o primeiro jogo da final da Taça Sul-Americana contra o Atlético Nacional.

Conteúdo publicado por Sportinforma