Acidente/Colômbia

30-11-2016 06:37

Clubes argentinos oferecem jogadores ao Chapecoense

O aeroporto de Medellín, na Colômbia, destino do avião que caiu, informou que a aeronave declarou-se "em emergência" às 22h00 locais (03:00 em Lisboa) "por falhas técnicas".
Chapecoense

Chapecoense

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

A Associação de Futebol da Argentina (AFA), em conjunto com os clubes que a integram, pôs à disposição do brasileiro Chapecoense jogadores que possam “contribuir para a reconstrução” do seu plantel, depois do acidente aéreo de quarta-feira.

“O Clube Chapecoense e toda a comunidade de Chapecoense enfrentam uma tragédia irreparável, que exige a solidariedade das federações irmãs”, disse a AFA em comunicado.

Por esse motivo, após o acidente que causou 71 mortos e seis feridos no noroeste da Colômbia, a maioria da equipa do Chapecoense, os clubes argentinos “colocam à disposição” a cedência de futebolistas para “contribuir para a reconstrução de um plantel que será honrado em memória de todos”.

A AFA manifestou o seu “mais sentido pesar” pela tragédia que “enluta” o futebol sul-americano “e endereçou as suas “condolências às famílias de todas as vítimas”.

Segundo os últimos dados oficiais, o acidente provocou 71 mortos, dos quais 51 ligados ao clube brasileiro e 20 jornalistas. Salvaram-se seis pessoas.

O Chapecoense ia disputar a primeira mão da final da Taça Sul-Americana com os colombianos do Atlético Nacional.

Conteúdo publicado por Sportinforma