Futebol / Brasil

21-01-2017 22:45

Chapecoense empata 1ª partida com Palmeiras após acidente aéreo

A Chapecoense empatou hoje a duas bolas com o Palmeiras, no dia em que a equipa voltou aos relvados após o acidente aéreo de 28 de novembro de 2016 e em que recebeu a Taça Sul-Americana.
Chapecoense empata com Palmeiras na 1o jogo após o acidente aéreo
Foto: @Gettyimage

Chapecoense empata com Palmeiras na 1o jogo após o acidente aéreo

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Antes do jogo, os jogadores que sobreviveram ao acidente levantaram a Taça Sul-Americana, que a confederação sul-americana decidiu entregar à Chapecoense, cuja quase totalidade do plantel perdeu a viva quando viajava para jogar a primeira mão da final.

O defesa Neto, que sobreviveu a quase 10 horas debaixo dos destroços do avião, levantou o troféu em frente aos 20 mil adeptos que se deslocaram à Arena Condá, lotada para o jogo solidário.

Follmann e Ruschel acompanharam-no, enquanto o jornalista de rádio Rafael Henzel, outro sobrevivente, relatou a partida.

Jackson Follmann, Neto e Alan Ruschel, em lágrimas, receberam medalhas de vencedores do troféu, entregue aos brasileiros depois do Atlético Nacional, o seu adversário na final, ter pedido que o mesmo fosse atribuído ao ‘Chape’.

Ao minuto 71, o jogo e a Arena Chapecó ‘pararam’ para homenagear as 71 pessoas que morreram a 28 de novembro de 2016, entre jogadores, dirigentes, treinadores, jornalistas e membros da tripulação, durante a viagem da equipa para Medelin, na Colômbia.

Nas bancadas, além dos gritos de “Vamos, vamos Chape”, várias bandeiras colombianas e do Atlético Nacional eram visíveis.

Aos 11 minutos, Raphael Veiga fez o primeiro para o Palmeiras, antes de Niltinho assistir Douglas Grolli para o empate, aos 14.

No primeiro minuto do segundo tempo, Amaral cabeceou a bola para o fundo das redes e consumou a reviravolta da ‘Chape’, mas Vitinho, numa jogada individual, fez o 2-2 final, aos 75 minutos.

O primeiro amigável da equipa, que contou com o antigo jogador de Sporting de Braga e Benfica Artur Moraes a titular, permite relançar a preparação dos comandados do treinador Vagner Mancini.

A equipa vai participar na liga brasileira, no campeonato estadual de Santa Catarina e na Taça Libertadores.

Janca, antigo jogador da Chapecoense, disse à agência noticiosa AP que a recuperação da equipa e quadro técnico e dirigente é “inacreditável em tão pouco tempo”.

“Vai demorar algum tempo até as pessoas confiarem nos novos jogadores, mas haverá certamente muito apoio”, acrescentou.

Conteúdo publicado por Sportinforma