Brasil

20-04-2017 19:12

Procuradoria brasileira quer Bruno Fernandes de regresso à prisão

Guarda-redes foi condenado por homicídio de uma ex-namorada.
Flamengo goalkeeper wanted in disappearance of former lover gives himself up to police
Foto: Lusa

Guarda-redes foi condenado por homicídio de uma ex-namorada.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

A Procuradoria Geral brasileira solicitou hoje ao Supremo tribunal do país a anulação da libertação do antigo guarda-redes do Flamengo Bruno Fernandes, condenado em 2013 a 22 anos de prisão pelo homicídio de uma ex-namorada.

Bruno Fernandes, condenado pelos crimes de sequestro, assassinato e ocultação de cadáver da ex-namorada Eliza Samudio, cumpriu apenas um terço da pena, aguardando em liberdade a decisão do recurso apresentado ao supremo tribunal.

O jogador de 32 anos, que representou o Flamengo entre 2006 e 2010, tinha entretanto assinado em março pelo clube Boa Esporte, da segunda divisão brasileira de futebol.

O recurso da procuradoria brasileira será analisado pelo Supremo a 25 de abril.

Conteúdo publicado por Sportinforma