Cabo Verde

31-08-2016 09:37

Francisco Tavares nega ter recebido 70 mil contos para obras do estádio municipal

O presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina, Francisco Tavares negou hoje ter recebido 70 mil contos (634.834 euros) do antigo governo.
Presidente a Câmara Municipal de Santa Catarina, Francisco Tavares

Presidente a Câmara Municipal de Santa Catarina, Francisco Tavares

Por SAPO Desporto c/Inforpress sapodesporto@sapo.pt

O presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina, Francisco Tavares negou hoje ter recebido 70 mil contos (634.834 euros) do antigo governo, liderado por José Maria Neves, para a conclusão do estádio municipal de Cúmbem.

O atual edil de Santa Catarina convocou a imprensa para reagir à afirmação que o ex- presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde e ex-primeiro-ministro, José Maria Neves, fez durante um comício do PAICV em Assomada no dia 27, onde disse que transferiram 70 mil contos para a conclusão do estádio municipal de Cúmbem.

"No sábado passado dia 27, José Maria Neves contou uma grande mentira a Cabo Verde e ao mundo inteiro. Ele disse que transferiu para a Câmara de Santa Catarina, no meu mandato 70 mil contos para concluir o estádio municipal", referiu o edil.

Para repor a verdade, Francisco Tavares disse que solicitou uma certidão à Direção Geral do Tesouro e hoje receberam um extrato com todas as transferências feitas para Santa Catarina, de 11 de Junho de 2008 até à presente data.

Segundo o edil, desse extrato não consta nenhuma transferência para a câmara municipal para efeito de obras de estádio municipal.

"Como todo o dinheiro do Estado vai para câmara municipal a partir da Direção Geral do Tesouro e como a DGT disse que dali não saiu, então José Maria Neves tem que dizer de que saco azul ou amarelo é que tirou e quem é que ele deu para trazer, porque se deu a algum camarada para trazer, não chegou à Santa Catarina", precisou.

Conteúdo publicado por Sportinforma