Futebol

30-09-2016 14:35

Carlos Caetano quer recolocar Sp. Praia na rota dos títulos

O único candidato às eleições ambiciona dar sequência ao trabalho da direção de Paulo Veiga, mas conseguindo mais troféus.
Sporting da Praia
Foto: sporting da praia

Sporting da Praia

Por SAPO Desporto c/ Inforpress sapodesporto@sapo.pt

O engenheiro Carlos Caetano, único candidato à presidência do Sporting da Praia nas eleições marcadas para 07 de Outubro, prometeu hoje “resgatar o clube para caminho de títulos”.

Em conversa com a Inforpress, Carlos Caetano disse que a conquista do campeonato regional de Santiago Sul é o principal objetivo, prometendo lutar para a conquista do nacional de futebol.

A realização de uma campanha de angariação de novos sócios junto à massa adepta, é segundo candidato, uma outra “bandeira da sua direcção”. “Existe uma fraca adesão dos adeptos e, no ano passado, somente conseguimos a inscrição de 20 sócios”, disse Daniel Caetano.

Paulo Veiga, atual presidente do clube, não entra na corrida, conforme tinha noticiado a Inforpress, e Carlos Caetano, que é vice-presidente, promete dar continuidade ao trabalho realizado pela direção cessante.

A equipa do Sporting, fundado em 1923, é dos clubes com melhor palmarés em Santiago Sul e Cabo Verde. Há três anos sem conseguir um título nacional e regional, este ano a direção do clube apostou forte para voltar à senda dos títulos.

O clube conquistou o campeonato colonial de Cabo Verde antes da independência de Cabo Verde por três vezes, em 1960/61, 1968/69, 1973/74. Depois da independência (e até 2013) ganhou o Campeonato Nacional de Cabo Verde em 1985, 1991, 1997, 2002, 2006, 2007, 2008, 2009, 2012.

A equipa está sob o comando técnico de Cláudio Aguiar, “Lito”, antigo internacional cabo-verdiano, que vai fazer esta época a sua estreia como treinador principal. A formação de Lito já começou os treinos de pré-época há duas semanas e como novidades tem a contratação de Djonsa, como preparador físico, e o regresso de Túnis, como treinador de guarda-redes.

A nível de jogadores a equipa manteve a base do ano passado, tendo como saída somente o internacional cabo-verdiano Tó, que no último defeso se transferiu para uma equipa dos Estados Unidos.

Conteúdo publicado por Sportinforma