Seleção

11-04-2017 07:11

Marcelo destaca importância do desporto e a ligação a CAbo Verde

Presidente da República falou sobre os jogadores luso-cabo-verdianos.
Debate
Foto: Lusa

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Presidente português destacou na segunda-feira à noite a importância do desporto, e do futebol em especial, na ligação entre Cabo Verde e Portugal, salientando que vários futebolistas de origem cabo-verdiana foram campeões europeus pela seleção portuguesa.

Marcelo Rebelo de Sousa falava durante um jantar oficial em sua honra, oferecido pelo Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, no palácio presidencial, na cidade da Praia.

"No coração das relações entre os nossos dois países e povos estão as pessoas, estão os portugueses que descendem de cabo-verdianos, estão os cabo-verdianos que vão para Portugal", declarou o chefe de Estado português, acrescentando: "Estão os portugueses que vêm trabalhar para Cabo Verde e os portugueses que visitam Cabo Verde. Estão também aqueles que sentem proximidade em relação a Cabo Verde e a Portugal", prosseguiu Marcelo Rebelo de Sousa.

O Presidente português referiu que "esta proximidade tem expressão em vários domínios", e destacou o desporto.

"Sem desprimor para as outras modalidades, como não invocar todos os jogadores da seleção portuguesa de futebol que nasceram em Cabo Verde ou têm ascendência cabo-verdiana e que foram tão decisivos para a vitória de Portugal no campeonato europeu?", perguntou, recebendo palmas.

Nani, Eliseu e Renato Sanches foram três jogadores de origem cabo-verdiana que representaram a seleção portuguesa que venceu o campeonato europeu de 2016.

Da atual equipa da seleção nacional faz também agora parte o jovem Gelson Martins, avançado de 21 anos, natural da cidade da Praia.

Perante o Presidente e o primeiro-ministro de Cabo Verde, Marcelo Rebelo de Sousa afirmou: "Os portugueses sabem que os cabo-verdianos se alegram com as nossas vitórias, pois as vitórias dos portugueses são sentidas como sendo vitórias dos cabo-verdianos".

"Por outro lado, é também muito importante a comunhão de ideais e de valores de liberdade e democracia, partilhados por Portugal e por Cabo Verde, que estão fortemente enraizados nas nossas sociedades e na nossa vida política", considerou.

Marcelo Rebelo de Sousa terminou o seu discurso descrevendo Cabo Verde como "uma pátria vencedora e de vencedores", antes de brindar "à perene e cada vez mais profunda relação de amizade fraterna" entre os portugueses e os cabo-verdianos.

Conteúdo publicado por Sportinforma